De repente, me vejo compartilhando, por vezes, as lições que o luto me trouxe. Perdi meu pai em março deste ano, e isso me fez (e tem feito) refletir e experimentar sensações inéditas. Uma delas, sem dúvida, é a (re)descoberta de uma trilha essencial para a vida.

Hoje, a Rádio TransMundial publicou em suas plataformas digitais no podcast “Fala, Pai!” uma reflexão minha chamada “O que a perda me ensinou?”. Aproveito para compartilhar o link aqui no blog. São apenas 3 minutos. Ouça.

Também já publiquei aqui no Fatos e Correlatos uma crônica maior sobre o primeiro impacto da morte do meu pai. E, na semana do Dia dos Pais, a Rede Mãos Dadas publicou O que eu aprendi com meu pai sobre simplicidade, onde eu trago esse caminho simples e santo. Sem intenção minha de spoilers, a revista Ultimato deve publicar em sua próxima edição um artigo que escrevi sobre luto para compor a matéria de capa.

Agradeço a Deus por essas boas oportunidades que tenho tido em, por meio do compartilhamento de minhas emoções e reflexões, poder ajudar outros a ressignificar a vida a partir da experiência do luto. Morte e vida: parece algo contraditório, mas é real. Muito real.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.