Finjo que estou sério, os músculos de minha face travam. Ele, imediatamente, abre os olhos assustados e, com a boca fechada, olha fixamente para mim. Se começo a conversar com ele, mesmo não entendendo nada, presta atenção como se nosso diálogo fosse a coisa mais importante do mundo.

Invariavelmente, Miguel (meu garoto de 8 meses) dedica toda sua atenção para algo ou alguém. Indiferença é uma característica que ele ainda não desenvolveu.

Miguel me fez pensar que, ao contrário do que dizemos, criança é a pessoa que mais leva as coisas à sério. Mesmo que estas coisas sejam sua refeição, seu brinquedo ou seu sono. Não importa. Para ela, a vida é intensa e não dá para compreender quem a ignora.

 

Leave a Reply to DANIELA Cancel Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.