A água conversava
Na mão de surdos limos.
E depois se alongava,
Casada com os jacintos.

Não há dentro da alma
Semanas e domingos,
Que não possamos, calmos,
Fruir. Sou rio contigo.

Carlos Nejar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.