O que passa pela cabeça dos jovens? Como eles pensam suas vocações? Qual é o lugar de cada um deles no mundo?

Hoje, Dia Internacional da Juventude, compilamos alguns dos textos publicados sob o selo “O meu lugar no mundo”, escritos por jovens que colocaram no papel (e nas postagens do portal Ultimato) o que está em suas mentes e corações sobre o caminho que têm trilhado com Deus.

Convidamos você a ler essas histórias e, quem sabe, se identificar com algumas, interceder por outras, e a se inspirar com cada uma.

 

O caminho se faz caminhando
Por Eric Nishimura Princi

“Na igreja, entendi que mais que um organizador de cultos e eventos, o mais importante é andar junto, é discipular. Demorei, mas aprendi que pastorear é ‘vida na vida’. É um trabalho silencioso, mas que produz frutos que permanecem.”

 

O meu lugar no mundo é mais que ser relevante
Por Matheus Ortega

“Alguns meses atrás, me vi ajoelhado em minha cama fazendo a seguinte oração: ‘Deus, para o que eu sirvo?’ Desde então, tenho experimentado o vento do Espírito me levando a uma nova estação. Tenho tido fome de ouvir a meu Criador.”

 

Sua identidade é mais importante do que o que você faz
Por Erica Neves

“É no relacionamento com Deus-Pai, Deus-Filho e Deus-Espírito Santo que encontro meu lugar no mundo. É nele que minha identidade como mãe, esposa, filha, irmã, neta, sobrinha, tia e amiga é moldada.”

 

Mas os planos de Deus são outros
Por Elisa Camargo

“Olhando para trás, fico maravilhada como tudo cooperou e ainda coopera para o bem daqueles que creem em Cristo, e tudo funciona numa perfeita e divina harmonia. Nossa trajetória neste mundo não é fácil, muitas vezes nos sentimos perdidos e desamparados, mas nada escapa das mãos de Deus.”

 

Somos moldados pelo Amor para amar
Por Barbara Souza

“Atualmente, eu vejo com mais clareza como Deus tem me moldado ao longo dos anos para que hoje eu estivesse onde estou e a certeza que tenho de minha vocação é resultado de um caminhar com ele, as coisas não acontecem de repente!”

 

O meu lugar no mundo é um ‘não lugar’
Por Sarah Furtado

“Meu ‘não’ lugar no mundo é serviço, doação, sacrifício. Porque meu lugar é aos pés da cruz. É logo atrás de Cristo. Seguindo seus passos e imitando seus movimentos.”

 

Eu sempre me via como alguém “café com leite”
Por Lucas Pegoraro

“A missão é o caminho, não o destino. Sempre quis e me senti chamado por Deus para missões e para uma vida de testemunho, mas pensava que isso ia acontecer de maneira plena ‘só lá na frente’. A grande lição foi enxergar que, no caminho que tenho trilhado, já tenho vivido a missão.”

 

A satisfação de um chamado irresistível
Por Raphael Farias

“Decidimos abrir mão dos nossos sonhos para viver aquilo que Ele havia sonhado para nós. Os desafios, os sonhos, a realidade, os projetos, o Espírito de Deus que nos envolve, enche nossos corações de expectativa para ver uma geração se levantar e proclamar com consciência e coerência, paixão e dedicação, que Jesus Cristo é o Senhor.”

 

Jesus se preocupa mais comigo do que com o que posso fazer para Ele
Por Gabriel Louback

“Meu lugar no mundo é aos pés do Mestre. No final do capítulo 10 de Lucas, no qual Marta está preocupada em servir e dar o melhor de si para o Mestre, ela reclama com Ele e ouve que sua irmã, Maria, fez a melhor escolha – ficar aos pés Dele. Ali, comecei a entender como se dá essa dinâmica com o Mestre.”

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.