Por Jeferson Rodolfo Cristianini

Todos nós em algum momento de nossa vida nos decepcionamos com outras pessoas. A decepção com as pessoas faz parte infelizmente da nossa natureza pecaminosa. Nos machucamos muito pois confiamos nas pessoas e pensamos que elas são puras e sinceras, e o que visualizamos é que elas são hipócritas e maldosas. Até mesmo as crianças demonstram ações e falas carregadas de maldade, tanto é que as professoras e os pais precisam corrigir e ensiná-las, mesmo elas tendo uma pureza por serem crianças.

Infelizmente muitas pessoas sofrem com traições, calúnias e difamações no convívio familiar, que passam a ter uma postura de distanciamento familiar por conta de feridas provocadas por fofocas ou intrigas, e assim desacreditam dos familiares e não conseguem desfrutar da comunhão com os integrantes de sua própria família. É ruim, mas muitos não cumprem a palavra no convívio familiar, e muitos filhos não crêem na palavra de seus pais, e muitos pais que já não confiam mais em seus filhos depois de descobrirem muitas mentiras. Nesse contexto de mentiras, meias verdades, temas escondidos e muita desconfiança é que a discórdia é gerada e alimentada, e a consequência disso é a fragmentação da família, tudo porque falta confiança.

É triste, mas muitas pessoas foram traídas pelo namorado, noivo ou cônjuge, e assim deixaram a desconfiança enraizar em seus corações, ao passo em que não conseguem perdoar e não conseguem mais confiar em ninguém, e dessa forma, a vida fica patinando e não sai do lugar, pois relacionamentos saudáveis pressupõem uma grande dose de confiança. Infelizmente há muitas pessoas machucadas com feridas abertas pela desconfiança. Por conta do pecado parece que ferimos as pessoas que mais amamos, e arrependidos de nossos pecados, precisamos restaurar nossos relacionamentos e gerar credibilidade em nossa palavra, para que as pessoas que nos cercam possam confiar em nós.

Os falsos mestres dissimulados e mau intencionados enganam as pessoas com discursos religiosos. Eles adentram as igrejas e vão disseminando heresias que deturpam o evangelho de Jesus, e assim misturam o evangelho com religiões pagãs e são habilidosos para lidar com o sincretismo religioso. Os falsos mestres falam manso e são, na sua maioria, persuasivos e infelizmente enganam a muitos que caem nas armadilhas de seus discursos com segundas intenções. Os falsos profetas fazem um desserviço ao reino de Deus, pois ao enganar as pessoas, essas pessoas depois que descobrem o engano na qual foram envolvidas, ficam escandalizadas e com resistência ao verdadeiro evangelho e não querem mais saber da proposta cristã. Em nosso país vivemos esse cenário, de pessoas ditas “evangélicas”, mas que por várias razões e decepções com líderes e denominações não querem mais pertencer a uma comunidade local e ser pastoreada por líderes sérios e bíblicos, pois foram enganados (as) por muito tempo, e assim, perderem a confiança.

Até aqui, vimos como as nossas relações humanas foram influenciadas negativamente pelo pecado, e a desconfiança é uma das consequências desastrosas do pecado em nós. A partir da nova vida (da regeneração) que temos por meio da mensagem salvadora do evangelho, nós passamos a buscar o padrão da perfeição, como nos ensinou Jesus: “Sede vós perfeitos, como perfeito é o vosso Pai celeste” (Mateus 5:48). Deus por meio do evangelho nos dá a oportunidade de reescrevermos nossa história e construirmos uma vida coerente pautada no padrão de Jesus, do “sim sim e não não”, a fim de que nossa palavra seja confiável, e consequentemente nossas ações sejam coerentes com nosso discurso. Isso só é possível, por conta da fidelidade do nosso Deus.

Nós podemos ter confiança em Deus. aprendemos a confiar em Deus por conta de Seu caráter e dessa forma, precisamos aprender a sermos confiáveis e confiarmos nas pessoas que estão reescrevendo suas vidas a partir do referencial do reino de Deus. Deus é fiel e isso gera confiança em nós corruptos. Deus é santo e isso gera um constrangimento em nós, pois somos pecadores. Deus é justo e isso gera o desejo de praticarmos a justiça, pois a mentira e a injustiça não têm parte com o Senhor. A Bíblia diz que Ele não muda, sua vontade não pode ser alterada, invertida ou mudada.

Vamos a alguns exemplos. “Deus não é homem, para que minta, ou filho do homem, para que se arrependa” (Números 23:6). “Porque eu, o Senhor, não mudo” (Malaquias 3:6). “Fiel é o que vos chama, o qual também o fará” (1 Tessalonicenses 5:24). Tiago diz que o Pai “não pode existir variação ou sombra de mudança” (Tiago 1:17). Há tantos outros, mas vamos meditar nesses versos que nos mostram o caráter imutável de Deus. Ele é fiel, Santo, Justo, Misericordioso, Perdoador etc. o teólogo e pastor John MacArthur, no seu livro, Deus -Face a face com Sua Majestade, diz assim: “A única pessoa em quem podemos confiar sem reservas é Deus. Por causa de Seu caráter, Ele não pode mentir (Tito 1.2). Tudo o que Ele diz ou faz é absolutamente verdadeiro. Ele não tem a habilidade de contradizer a si mesmo. Quando Ele faz uma promessa, não pode fazer outra coisa, senão cumpri-la. Ele nunca se desvia de Sua vontade ou de Sua Palavra. Porque Deus é digno de confiança, podemos ter a certeza de que Ele é sempre fiel para com Seus próprios filhos”.

Precisamos acolher essa realidade triste de que nossas relações foram manchadas pelo pecado e a desconfiança faz parte da natureza humana, ao mesmo tempo em que, precisamos acolher a verdade que John MacArthur nos ensina, e que podemos e devemos confiar em Deus sem reservas. Podemos e devemos confiar em Deus e confiar que Ele nos dará oportunidades de termos uma vida que Lhe agrade, ao ponto que nossa palavra seja confiável, nossa conduta seja irrepreensível e que nossa vida seja um testemunho da verdade. Só seremos confiáveis ao passo em que confiarmos em Deus e confiarmos que Ele pode juntar os cacos da nossa vida e nos refazer, ao ponto de nos tornarmos um vaso da verdade.

Confiemos sem reservas em Deus, em Seu agir e em Seus planos e projetos para nossa vida. Confiemos nEle e aprendemos a sermos confiáveis numa sociedade marcada pela desconfiança. Ele é confiável. Confie sem reservas.

  • Jeferson Rodolfo Cristianini é pastor da Igreja Batista Nova Canaã Sorocaba.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.