Por Matheus Ortega

O Cristianismo anuncia um conceito simples e fundamental: todos temos uma vocação neste mundo.

Você pode ser pastor ou empresário, solteiro ou casado, evangelista ou dona de casa. O que importa é se você está vivendo o chamado de Deus. Mas não foi sempre assim. Por milhares de anos havia apenas a vocação religiosa (ex. ser padre ou freira). Não havia o conceito de vocação secular – ser um pedreiro, fazendeiro, ou bancário.

Foi o Protestantismo que ressuscitou a noção de vocação, ao buscar reformar o papel da igreja no mundo. E esta é a visão que naturalmente vivemos nas igrejas hoje: cada pessoa tem uma vocação única, conforme o chamado de Deus.

Sendo assim, a pergunta chave é: qual é sua vocação no mundo?

Existe uma diferença fundamental no conceito cristão de vocação. No dicionário, vocação é uma “inclinação, tendência, ou aptidão natural para se executar algo”. Na Bíblia, vocação é um chamado exclusivo de Deus para se viver algo.

Muitas vezes, Deus chama os que não tem aptidão para usá-los com poder, como foi o caso de Gideão, Moisés, ou os discípulos pescadores. Outras vezes, ele capacita os que tem alguma aptidão para cumprir seus planos, como no caso de Daniel, Neemias ou Paulo de Tarso.

Ou seja, você não precisa sempre ser o mais talentoso para ter uma vocação. Deus chama a quem quer e os usa da forma que Ele quer.

Assim, entendo que há três respostas a esta pergunta:

  • Ainda não sei minha vocação – você já ouviu a voz de Deus dizendo quem você é? A vida cristã é sobre um relacionamento com Deus, no qual ouvimos a Sua voz, e isso direciona nossas vidas. Quando eu era adolescente, busquei muito a Deus para entender minha vocação. Desde então, tive sonhos, orações, leituras bíblicas e palavras proféticas que me levaram a ter convicção de onde estou hoje. Uns descobrem sua vocação mais cedo, outros mais tarde, mas creio que Deus dá dons, capacidades e condições para todas as pessoas viverem uma vocação. Se ainda não sabe, continue buscando!

 

  • Tenho dúvidas sobre minha vocação – conheço algumas pessoas que sabem claramente porquê estão no mundo. Um amigo chileno, Felipe Muñoz, é um pianista que desde muito jovem tem um talento extraordinário. Ele sabe qual sua vocação neste mundo: tocar piano! Mas outros amigos têm mais dificuldades para encontrar sua vocação. Seja por terem interesses demais, por terem que trabalhar demais, ou por sentirem que não se encaixam em nada. Nossa caminhada nesta vida não é simples. Pense em José, que passou sua juventude na prisão para só no fim da vida ver que tudo aquilo contribuiu para que vivesse seu chamado. Se as coisas não estiverem se encaixando, continue confiando em Deus!

 

  • Sei minha vocação – Se Deus te deu algo para fazer, faça o melhor que você puder. A Bíblia diz: “tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens” (Cl 3:23). Se você tem certeza de sua vocação, seu desafio é caminhar de tal forma a glorificar a Deus com sua vida. Dê o seu melhor, quer você seja um estudante de cursinho, uma mãe dona de casa ou um gerente de banco. Agora, cuidado para não ser como Jonas, que fugiu de sua vocação de ser profeta por seus medos e inseguranças. Temos apenas uma vida pra viver, então viva o que você sabe que Deus te criou para fazer!

Creio que minha vocação tem algumas faces diferentes. Sinto que sou chamado para [1] criação artística (música, filmes, escrever); [2] trabalhar em meio a governos e organizações internacionais em prol da transformação da sociedade e [3] ser sábio em meio aos sábios, adquirindo e compartilhando conhecimento.

São áreas bem diferentes, e tenho vivido cada uma em diferentes intensidades durante minha vida, mas posso dizer que ter esse norte de vocação tem sido essencial para mim.

Busque a Deus, pois Ele é quem vai revelar quem você é. Sabendo quem você é, Ele vai revelar para quê você está aqui. Somos únicos e isso é o que nos faz especiais.

Como disse Desmond Tutu, “somos diferentes para entender as necessidades uns dos outros”. Sua vocação é tão importante para você como é para o outro!

  • Matheus Ortega é músico, artista, cineasta, escritor, sonhador. Pai do Levi, marido da Bruna e filho de Deus. Você pode conferir mais de suas imagens em seu perfil no Instagram.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>