O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Lucas 4.18, NVI

Ao dar uma pomposa festa, não se esqueça dos pobres nem dos deficientes físicos (Lc 14.13). Eles não têm roupas bonitas nem sa­bem se portar em ambientes de festas sofisticadas. Porém, eles são criaturas de Deus como você, são pecadores como você, são amados e salvos por mim tanto quanto você. Não seja preconceituoso, não seja insensível, não seja interesseiro. Sei o que você pensa quando convida exclusivamente seus amigos, seus parentes e os endinheirados. Você está de olho na recompensa, na dívida que eles assumem com você. Você está de olho nos presentes que eles, por amor ou por educação, trarão para você.

Tenha compromisso com o pobre como eu tenho. Não se esqueça do que eu declarei na sinagoga de Nazaré em meu primeiro pronuncia­mento público: “Ele me escolheu para levar boas notícias aos pobres e me enviou para anunciar a liberdade aos presos, dar vista aos cegos, libertar os que estão sendo oprimidos” (Lc 4.18, NTLH). Coloque no coração aquilo que eu disse e agora repito: “Mais bem-aventurado é dar que receber” (At 20.35).

— Ó Deus, ajuda-me a enxergar os pobres e amá-los!

Texto originalmente publicado no devocionário Refeições Diárias Com Jesus, p. 363.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.