A arte reunida neste post faz parte da série “Marcos memoriais – um convite ao não esquecimento” publicada na edição 384 da Ultimato.

Com a colaboração de artistas amigos, Ultimato fez da matéria de capa – A igreja e a (pós) pandemia – para lembrar o que não devemos esquecer – um conjunto de artigos para refletir e de obras de arte para aguçar o olhar para a pandemia da Covid-19 por meio da cor, da tela e da poesia.

Ultimato traz o tema de volta porque ainda é preciso lembrar de não esquecer.

“Faze, ó SENHOR Deus, com que sintam medo! Que eles fiquem sabendo que são simples criaturas mortais!” Salmos 9.20

 

Thiago F. Costa e Dan Bianchin

 

De uma hora para outra, um vírus vira o planeta de ponta-cabeça. Até 15 de maio, apenas doze países não haviam reportado nenhum caso de contaminação pelo novo coronavírus.

 

É o veio da madeira
sendo rasgado, de novo
nos lembrando das feridas
abertas, profundas.
Nuvens densas, vento forte
chão encharcado
de sangue e desigualdade…
e lá vem Deus escancarar
hipocrisias veladas
Há abrigo na tempestade
e ele diz:
“o barro é frágil, mas é meu”.

 

Marcelo Bittencourt | Homem de máscara e urso de pelúcia

 

 

 

 

“Jesus viu Maria chorando e viu as pessoas que estavam com ela chorando também. Então ficou muito comovido e aflito.” João 11.33

 

 

Na última semana de junho, o Brasil ultrapassou a marca de 50 mil mortes e mais de 1 milhão de infectados pelo novo coronavírus.

 

 

 

 

 

 

Douglas Lucas | Distanciamento Social com o dedo de Deus e do homem distantes

 

 

 

 

“Aquele que é a vida nos foi revelado, e nós o vimos. Agora, testemunhamos e lhes proclamamos que ele é a vida eterna. Ele estava com o Pai e nos foi revelado.” 1 João 1.2 

 

 

A busca por assuntos como “meditação” e “Deus” bateu o recorde de interesse nos últimos cinco anos no Brasil, segundo dados do Google Trends, que monitora as tendências mais procuradas no Google.

 

 

 

 

 

 

“Sempre haverá pobres e necessitados no meio do povo, e por isso eu ordeno que vocês sejam generosos com todos eles.” Deuteronômio 15.11

 

Anderson Monteiro

 

“Das favelas às aldeias, as marcas da desigualdade aumentam o desafio para prevenção e controle da Covid-19 e exigem estratégias intersetoriais adaptadas a contextos diferentes. Uso de álcool gel e máscaras, higienização das mãos e mesmo a recomendação para não sair de casa são medidas que esbarram em realidades brasileiras, ou na ausência de direitos básicos, como saúde, emprego e moradia.” (Desigualdade social e econômica em tempos de Covid-19, artigo publicado no Portal Fiocruz)

 

“Vocês são a raça escolhida, os sacerdotes do Rei, a nação completamente dedicada a Deus, o povo que pertence a ele. Vocês foram escolhidos para anunciar os atos poderosos de Deus, que os chamou da escuridão para a sua maravilhosa luz.” 1 Pedro 2.9

 

Rick Szuecs | Seja sobre nós a graça do Senhor

 

“A Igreja precisa adaptar-se. O púlpito presencial não será o único ponto de partida, bem como o ‘gabinete pastoral’. Algumas visitas poderão ser feitas por videoconferência. Apesar das mudanças, o contato pessoal continuará a ter sua importância. Será preciso olhar nos olhos, tomar um café juntos e abraçar.” (Vacilius Santos)  

 

Eric Rodrigues

 

 

“Eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” Mateus 28.20 

 

 

“Essa impensável pandemia tem ceifado vidas, destruído sonhos e encurralado a esperança. Momentos de sofrimento que certamente carecem de conforto e consolo. Mas ela é também um chamado de Deus para o quebrantamento. A Palavra nos lembra com bastante frequência que Deus usa esses insuportáveis desertos para colocar em xeque nossa ilusão de autossuficiência e nos moldar para que sejamos vasos de honra.” (Ronaldo Lidório) 

 


Conheça outras artes que ajudam a não esquecer:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *