Covid-19 | Arte para não esquecer
Por Marcelo Bittencourt

Marcelo Bittencourt é amigo de Ultimato há muito anos. Ele tem contribuído com suas criações para ilustrar artigos na revista e no portal. Mora em Curitiba com sua família.
Ele fez vários desenhos para a galeria “Covid-19 – Arte para não Esquecer”, que estão apresentados aqui. Em abril, na Páscoa […]

Read More →

Covid-19 – Arte para não esquecer
Por Liz Valente
 

 
Alegrem-se no Senhor!
Sim, fartem-se de gratidão!
Por quê?
Pois, quando ele fala, 
a verdade escorre de sua boca.
Sua voz ilumina nossas mentes.
Olhar diretamente para o sol é como ver 
o brilho da face do meu Deus por uma frestinha de nada.
 
Temam o Senhor!
Sim, tremam de medo!
Por quê? 
Pois, se com palavras criou o […]

Read More →

Covid-19 – Arte para não esquecer
Convidamos três jovens artistas, amigos da Ultimato, para também colaborarem com a série “Covid-19 – Arte para não esquecer” trazendo sua visão sobre o momento que vivemos.
 

Clayton Rucaly é jornalista, cartunista e ilustrador. Já compartilhou com a Ultimato um pouco da sua vida e experiências como cristão e teve sua […]

Read More →

Covid-19 – Arte para não esquecer
Por Anderson G. Monteiro

Anderson Monteiro é um dos artistas convidados por Ultimato para representar aspectos da Covid-19 na série “Covid-19 – Arte para não esquecer”. Como alguns outros artistas, ele é amigo antigo e teve obras suas publicadas na seção “Arte e cultura” da revista, quando no artigo A voz […]

Read More →

Covid-19 – Arte para não esquecer
Por Chrystiane Corrêa

Na realidade em todas as dimensões da vida sabemos que “Jesus venceu o mundo “ e
como memorial respondo a questão: – Jesus venceu o mundo para Ele?!
Não! Eternamente não!
Jesus venceu o mundo para nós!
 
Nome da obra: Habitantes de Deus

 
• Chrystiane Corrêa é artista plástica
Veja também:
» Artista plástica Chrystiane Correa […]

Read More →

Covid-19 – Arte para não esquecer
Por Edson Fassoni

A primeira foto mostra o brilho no olhar, da alegria de um cancioneiro do grupo de risco, ao fitar seus olhos aos céus podendo enxergar esperança em meios às dificuldades da reclusão, quando se tem a companhia e aceitação dos familiares.

 
 

A segunda foto, em contraste com a primeira, […]

Read More →