Covid-19 – Arte para não esquecer
Por Hyatt Moore

 

A amizade com Hyatt Moore começou há 10 anos, quando conhecemos seu trabalho pessoalmente durante o 3º Congresso Lausanne de Evangelização Mundial, em Cape Town, África do Sul e, graças à sua generosidade, ilustramos a matéria de capa de duas edições de Ultimato com suas bonitas pinturas: À mesa com Jesus e Mulheres.

Recentemente, a propósito da série “Covid-19 – Arte para não esquecer”, Hyatt deu-nos permissão para publicar o vídeo “Storm be still”, a respeito do qual ele conta:

Nos primeiros dias da pandemia, tive a ideia de fazer uma pintura de Jesus acalmando a tempestade. Pensei em usar a famosa imagem de Hokusai, A grande onda de Kanagawa. Mas conseguir a expressão certa com a pintura parecia limitante… como Jesus acalma todas as tempestade. Foi quando veio a ideia de gravar em vídeo todo o processo de fazer a pintura, e essa seria a arte. Então, coloquei meu iPhone em um tripé e fui trabalhar. Mais tarde, pedi ao meu neto criativo, Maki Adams, para compor uma música. Muitos já assistiram ao vídeo. Sou grato.

Leia mais:
» Eu não sei como poderia estar mais feliz por ser um artista

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *