Por Rafaela Senfft Costumava, eu saltar do cais para o mar para O encontrar na água. Ele sempre chegava com uma espécie de boia, para meu conforto e descanso. Conversávamos como habitualmente e Ele me chamou para dar um mergulho e apreciar alguns corais e peixes. Começámos a nadar e fui deixar numa pequena ilha […]

Continue lendo →