Por Jeferson Cristianini

Ouço essa frase cotidianamente e por diversas vezes: “Pastor, lidar com pessoas é difícil”. De fato, a convivência é uma arte e poucas pessoas a dominam. Não é fácil mesmo lidar com o ser humano, Deus sabe disso e nós também. As pessoas contaminadas pelo pecado sofrem as deformidades em diversas áreas de suas vidas, e no contexto dos relacionamentos também.

Antes da queda, o ser humano gozava de plena comunhão e de um relacionamento sincero e profundo com Deus, ao ponto do Senhor Criador vir dialogar com o homem ao fim de cada dia. Após a queda, a ruptura foi grande. O homem se distanciou dos planos de Deus, incluindo essa proposta de comunhão. Comunhão e relacionamentos saudáveis dependem necessariamente da nossa aproximação de Deus.

O Senhor Criador, o Deus Pai, vive em plena comunhão com Jesus Cristo, seu Filho, e com o Espirito Santo, o Consolador. Deus é exemplo em relacionamento saudável e, no seu plano eterno, ele planejou a igreja sendo formada através de seu Filho para resgatar o sentido de comunhão plena e de desenvolvimento de relacionamentos saudáveis.

A igreja como família de Deus, que se reúne para adorá-lo, é a comunidade dos santos e salvos que deve ser a expressão máxima de como relacionamentos devem ser. Em uma sociedade corrompida na qual os relacionamentos são superficiais, interesseiros, hipócritas, medíocres e doentios, a comunidade que se reúne no nome de Jesus deve viver, cultivar e demonstrar relacionamentos saudáveis.

É difícil lidar com o ser humano, mas é nossa missão trabalharmos para a reconciliação do ser humano, caído, com Deus e com seus semelhantes. A igreja é a agência de Deus aqui na terra, que anuncia o evangelho, que é o poder de Deus para a salvação, e esse evangelho transforma todas as áreas da vida do ser humano, inclusive os relacionamentos. Aqueles que gozam de uma nova vida em Cristo Jesus aprendem uma nova forma de se relacionar, intermédio da salvação e da graça. A igreja passa ser um laboratório onde vamos aprendendo e desenvolvendo relacionamentos saudáveis.

E nessa busca por relacionamentos saudáveis, iremos machucar e nos machucaremos porque somos imperfeitos e precisamos crescer mais e mais. Não machucaremos de propósito, mas porque não somos completamente maduros. A concepção cristã de que estamos sendo moldados e retrabalhados por Deus nos ensina que não estamos prontos, mas estamos sim em um processo de santificação, de que estamos na trilha da perfeição e que Deus está nos conduzindo e remodelando nossa vida até chegarmos ao padrão de Jesus Cristo, seu Filho.

Alguém já disse que se encontrarmos a igreja perfeita é melhor não irmos para lá, para não estragá-la. Igreja perfeita não existe, não porque Deus não é perfeito, mas porque a igreja é a reunião dos remidos por Jesus. A igreja é a congregação das pessoas que se convertem e reconhecem o senhorio de Jesus e estão se desintoxicando dos padrões e conceitos seculares, e estão se revestindo dos princípios do reino de Deus. E nesse processo, os pecadores regenerados vão perdendo a identidade de pecadores e se tornando santos. Essa é uma caminhada na direção do padrão que é Jesus.

A igreja tem sim suas dificuldades, e elas devem nos motivar a amá-la mais e mais. Cristo amou a igreja e se entregou para formá-la. Nós, como seus seguidores, precisamos também dar nossa vida pela igreja.

A igreja não é um clube social, uma agremiação de pessoas moralmente perfeitas, mas é o corpo de Cristo, um organismo vivo que precisa aprender com as suas doenças nos relacionamentos. Em qualquer outra organização e instituição, as pessoas doentes ou carentes de cuidados são colocadas de lado para não contaminar as outras. Na igreja de Jesus, tais pessoas aprendem a sarar as feridas dos relacionamentos com perdão, amor e graça. E assim os ferimentos, as frustrações, os desacordos, as mágoas e o rancor vão sendo sarados e o amor de Deus é evidenciado.

Lute pelos relacionamentos. Enquanto nutrimos ódio, raiva, falta de perdão, inveja ou fofoca, estamos nos aproximando do inimigo de nossas almas, mas quando baixamos a guarda, liberamos perdão, abraçamos os que não nos amam, estendemos a mão aos que precisam, trabalhamos sabendo que seremos criticados, aí Deus é glorificado.

A igreja é o hospital que restaura os relacionamentos, sara as feridas e instrui os cristãos a buscarem relacionamentos pautados pelos princípios do reino de Deus. A igreja nos ensina a nos relacionarmos como Jesus fez. Ele é o exemplo de relacionamentos saudáveis. Olhemos para ele para nos inspirarmos!

  • Jeferson Rodolfo Cristianini é pastor da Igreja Batista Nova Canaã Sorocaba.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.