Pedro e sua família

Hoje é comemorado o Dia Internacional da Juventude, e nada mais adequado do que recomendarmos um jovem autor que tem contribuído com ricas reflexões para a igreja: Pedro Lucas Dulci.

Filósofo e teólogo, Pedro está perto de concluir seu doutorado em filosofia (UFG) com pesquisa em Ética e Filosofia Política Contemporânea. Em 2016, ele recebeu uma bolsa da John Templeton Foundation, através do Ian Ramsey Centre, da Universidade de Oxford, para realizar estudos sobre o diálogo entre ciência e religião na Universidade Livre de Amsterdã.

Pedro também é casado com Carolinne, pai de Benjamin, pastor auxiliar na Igreja Presbiteriana Bereia, capelão do Instituto Presbiteriano de Educação e professor de filosofia no Seminário Presbiteriano Brasil Central, em Goiânia. Como ele consegue ser doutorando, capelão, professor, pastor, marido, pai de um bebê, e ainda produzir tanto material para a edificação da igreja, não sei. Mas graças a Deus por capacitá-lo dessa forma!

Aqui vão algumas dicas do que o Pedro já produziu, e, com certeza, em 2020 essa lista já vai ter crescido:

Inteligência pra quê?

A igreja brasileira tem sido ineficaz na guerra cultural que trava contra a sociedade não cristã. Na melhor das hipóteses, ela cumpre o papel de acomodar seus membros na dinâmica da sociedade e, quando muito, esforça-se para manter viva uma pauta moral. Qual o papel da inteligência que Deus nos deu para sinalizar à sociedade os valores do reino? Aqui, Pedro Dulci estimula a discussão incentivando uma geração a pensar e agir estrategicamente, ciente de que esse desapreço pelo debate intelectual apenas incrementa por parte dos não cristãos o domínio do espaço do pensamento criativo, diminuindo ainda mais a influência cristã nos rumos da sociedade.

Fé Cristã e Ação Política

Dizer que “Igreja” e “Estado” são espaços independentes e regidos por leis próprias não é o mesmo que dizer que a religião se limita aos templos, ao domingo e aos cristãos, nem que a esfera política é restrita aos partidos, à Câmara Municipal ou à Assembleia Legislativa. E, mais do que ocupar determinado espaço, a presença pública cristã diz respeito às nossas ações, diante de Deus, em tudo o que fazemos para o bem comum e o florescimento do ser humano. Em Fé Cristã e Ação Política, Pedro Dulci apresenta as mais recentes contribuições para a participação e presença pública dos cristãos, bem como aponta para a militância política centrada no discipulado.

Igreja Sinfônica

É possível que calvinistas e arminianos, cessacionistas e pentecostais, ortodoxos e simpatizantes da missão integral, e adeptos de tantas outras segmentações do cristianismo viverem em paz e harmonia, unidos e em parceria fraternal, a despeito das divergências de opinião, tendo por base as doutrinas centrais e essenciais da fé cristã. Em Igreja Sinfônica, Pedro organiza uma coletânea de textos que tentam responder como criar essa unidade.

Ortodoxia Integral

Em uma profunda disposição de unidade e cooperação, a intenção de cada uma das páginas do livro é justamente mostrar que o principal desafio que a Igreja brasileira tem no início do século 21 é restabelecer o equilíbrio entre pensamento teológico ortodoxo e ação integral da Igreja na sociedade. Entretanto, essa unidade não é feita de qualquer foram. Na contramão de muitos outros esforços semelhantes no Brasil, a busca do livro é romper com a tensão entre teoria e prática, e não com os irmãos envolvidos nela.

Identidade e sexualidade: Reformando nossa visão de conceitos fundamentais (ebook)

O mais recente da lista, este livro (lançado em e-book) pretende estimular os leitores a reformar alguns dos pressupostos mais bem estabelecidos que a cultura ocidental sustenta a respeito de nossa identidade e sexualidade. Não podemos nos envolver no debate público, nem tentar contribuir em situações privadas, com a caixa de ferramentas conceituais da cultura moderna.

E a última dica é a seguinte: tem Instagram? Então siga @pedrolucasdulci por lá. Vira e mexe tem textos sobre questões atuais da sociedade à luz da Bíblia, sem academiquês e sem crentês.

Tem algum jovem autor brasileiro para indicar? Deixe aqui nos comentários!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>