Por Marcos Almeida

Quem é o amigo dessa canção? Pra quem você escreveu a música “Como Vai”? Primeiras perguntas feitas depois de ouvirem o novo Single, que apresenta a nova safra da minha jovem carreira solo. Vou tentar dar umas pistas. 

 

É uma canção de amizade, das velhas missivas, das trocas de correspondências, da espera por notícias. Gosto muito de ler cartas trocadas entre poetas, escritores e músicos. Nas cartas, a linguagem repousa nos afetos mais doces, ganha os sentimentos mais profundos e toca nos assuntos mais importantes, que raramente aparecem nas entrevistas e até mesmo nas obras desses personagens. 

 

Mas, como diz Rubem Alves, nossa alma é um albergue. São muitos os moradores da nossa interioridade, que ficam ali atazanando ou alegrando a casa. Daí a gente tem que ir lá e trocar ideia com eles, senão o bicho pega. Por isso, esse amigo que aparece na canção pode ser uma conversa comigo mesmo, ou com um hóspede do meu albergue interior. 

 

Quem sabe esse amigo seja um alter-ego? A cena de Carajás aconteceu comigo, na vida real. Fiquei distante dos palcos um ano, totalmente afastado do circuito cultural. Quem sabe, lá no fundo do inconsciente eu estava escrevendo para esse ser em seu sabático? Talvez eu estivesse desejando saber quando é que ele iria voltar. 

 

É uma canção que comecei a escrever em Dezembro de 2015, mas só terminei agora em Junho de 2019. Já nem lembro mais as veredas dessa ideia, só sei que ela tomou forma e tem esse jeitão aí. Espero que faça bem aos amigos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>