Todos os dias temos um encontro com o Rei Jesus

Por Mila Gomides

 

Eu nem acredito que, finalmente, no mês que completamos 3 anos servindo na Tailândia, finalizamos o estudo de todo um livro da Bíblia em tailandês: o Evangelho de Marcos.

Por ser uma monarquia, a Tailândia tem uma linguagem própria, muito diferente da linguagem coloquial, para se falar com o Rei ou divindades e para eles falarem conosco. Nas escolas tailandesas, os alunos a aprendem como disciplina obrigatória por anos. Uma tailandesa que morou conosco comentou que achava difícil aprendê-la quando ainda jovem estudante. Imagine para nós, com uma cabeça mais “cansada”, de adultos advindos de uma cultura sem monarquia. Entender os termos, o nível de reverência e saber aplicá-los é algo muito novo e desafiador.

Cada capítulo do Evangelho de Marcos narrado dura só três minutos. Mas percebi que nós gastamos cerca de três horas estudando para conseguir ler e entender cada capítulo (entre preparar-se e ter aula).

Tudo vale a pena! Recebemos um presente inestimável: todos os dias temos um encontro com o Rei Jesus.

Como a cultura brasileira é muito informal, em que, para muitos, Jesus é somente o salvador ou “o cara lá de cima”, estudar a Bíblia numa realeza tem me ajudado a entender Jesus como Rei de forma muito mais profunda e real.

Certo dia, minha filha de 5 anos ao nos escutar falar sobre o Rei Jesus, perguntou com muita sinceridade: “Jesus tá vivo de verdade? Cadê Ele que não o vejo? Ele nos escuta? Onde fica o palácio dele?”. As explicações da mãe pareciam não fazer sentido para uma criança numa fase de abstração, até que um dia fomos a um parque. Eram seis horas da tarde, todos os que faziam exercícios físicos pararam como uma estátua. De repente, o hino nacional tocou. Era o momento de honrar a nação e o Rei, uma obrigatoriedade inquestionável por aqui. “Sophia, olhe ao seu redor. Ninguém está vendo o rei, mas todos estão o saudando e obedecendo. Você pode não ver o Rei Jesus agora, mas ele também é real, ele nos escuta e se importa conosco.” Percebi que algo novo começou a ser gerado e fazer sentido para nossa criança, como muitas coisas novas têm sido geradas e feito sentido para nós aprendendo com o Rei.

Outro presente é que a língua tailandesa é muito mais descritiva, ou seja, nos coloca dentro da cena, apresentando detalhes, sentimentos, nos aproximando muito da história. Estou percebendo coisas que nunca vi na minha própria língua.

O Rei nem esperou a gente terminar o estudo do Evangelho para abrir uma porta para começamos um estudo bíblico com uma vizinha na nossa casa. O Reino dele estava avançando por ali e a gente tinha o privilégio de caminhar juntos. Mas, logo em seguida, bateu um frio na barriga. Uma sensação de pequenez, de não estarmos ainda tão fluentes e preparados como queríamos para comunicar a verdade mais importante do mundo inteiro.  “Coragem, sou eu! Não tenham medo!” (Marcos 6.50). O Rei nos trouxe uma ajudante. Até que certo dia, a ajudante não foi. Eu estava sozinha com a vizinha. Frio na barriga novamente. Lembrei daquela cena do parque: Eu estou aqui!

Foi, contudo, justamente naquele encontro, que tivemos a conversa mais profunda desde que nos conhecemos, ao estudarmos sobre pecado, confissão e perdão e regeneração, numa língua que ainda me faz sentir tão limitada. A presença de Deus se fez claramente entre nós, “confirmando a palavra com os sinais que a acompanhavam” (Marcos 16.20).

“Isso foi feito pelo Senhor e é uma coisa maravilhosa!””
Marcos 12:11 NTLH

“สิ่งนี้เป็นมาจากองค์พระผู้เป็นเจ้า เป็นสิ่งอัศจรรย์ประจักษ์แก่ตาของเรา’ ””
มาระโก 12:11 THSV11

  • Mila Gomides vive na Tailândia. Ela e o esposo, Tiago, servem em evangelismo e plantio de igrejas no país. O casal tem duas filhas. @mila_gomides

Saiba mais:

» Pandemia, gravidez, missões: tudo junto
» Tailândia: o Natal entre um povo que não conhece o aniversariante
» Quer saber mais sobre a mulher, seu papel e desafios?
» O cuidado e a mulher em ministério transcultural

  1. Família exemplo de propósito, confiança e amor em Cristo.
    Oro muito para que Deus continue os abençoando com essa coragem e sabedoria para o cumprimento desse chamado lindo que é iluminar a Tailândia com as boas novas.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.