Você desenvolve uma ideia ou um projeto que tem como foco usar sua vocação para glorificar a Deus? Talvez seja hora de saber mais sobre o Voc-Lab, o laboratório de vocações do Vocare.

O objetivo do Voc-Lab é ajudar a expandir projetos da juventude para que sejam cada vez mais relevantes no Reino de Deus. Os projetos podem ser inscritos nas categorias Educação, Saúde, Esportes, Empreendedorismo ou Geral.

Para a avaliação do projeto, ele deve ter participação ativa de jovens (16 a 30 anos) no planejamento e execução do projeto; ser apoiado ou parceiro de pelo menos uma igreja local ou Missão estabelecida; apresentar coerência com a fé cristã; contar com uma equipe envolvida na realização (sem depender de uma só pessoa); e um diferencial será ter o potencial de ser replicado em outras cidades e regiões do Brasil e do mundo.

Para se inscrever

Se seu projeto se encaixa nessas especificações, para inscrevê-lo é preciso gravar um vídeo de até 3 minutos e enviar o link para voc-lab@vocare.org.br. No vídeo, as seguintes perguntas devem ser respondidas:

– Por que você(s) faze(m) o que faze(m)? Por que você, e/ou sua equipe, pensou neste projeto?

– Qual problema vocês estão resolvendo?

– Como funciona, como acontece(m) a(s) ação(ões)?

– Como a missão de Deus pode ser vista no seu projeto?

Todos os inscritos poderão participar de 3 webinars (treinamentos online) que serão oferecidos por integrantes da Equipe Voc-Lab sobre como fazer um pitch de apresentação, como captar recursos para seu projeto e como escrever um projeto.

Os finalistas escolhidos pelos jurados receberão duas sessões de mentoria com mentores especializados nas respectivas áreas dos projetos e vão apresentar seus projetos no palco do Vocare 2018, para receber os votos dos participantes do evento.

O projeto escolhido terá sua iniciativa financiada total ou parcialmente. Para acessar o edital completo, acesse o site do Vocare. As inscrições vão até 24 de março.

Para se inspirar

Em 2017, o projeto vencedor do Voc-Lab foi o Rio de Esperança. Visitando comunidades às margens do Rio Purus (no sul do Amazonas) e conversando com os ribeirinhos, um jovem casal de missionários, Eduardo e Donária Magrin, percebeu que a população ali recebia uma única visita médica no período de quatro anos. Com isso, sentiram a necessidade de fazer algo para ajudar os moradores.

Foi assim que surgiu o Rio de Esperança que, além de focar na plantação de igrejas autóctones, pretendia montar uma farmácia itinerante em um barco, para atender os ribeirinhos com medicamentos, serviços básicos e educação preventiva, ampliando as ações que o casal já vem desenvolvendo desde que e mudaram para a região. O prêmio recebido pelo casal durante o Vocare 2017 para financiar o projeto de 25 mil reais. O valor está sendo destinado para equipar o barco com a estrutura e medicamentos necessários para beneficiar mais pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>