Para começar bem 2014, devemos permitir que o sentimento de gratidão supere o de ansiedade.  Do contrário, os dias serão sempre o peso maior do que podemos carregar. Por isso, queremos animar você a expressar a genuína gratidão, não somente pelo ano que passou, mas pelos dias que chegam.

Escreva um “salmo de gratidão a Deus” e nos envie. Nós o publicaremos neste espaço do blog Ultimato Jovem. Leia abaixo o primeiro, escrito por James Andrew, de 18 anos de idade.

***

sol2Salmo de Boas-Vindas

Ele se põe. Se foi.
Se vai.
O último Sol do ano foi-se. Embora.

Lembro-me do começo.
Do primeiro Sol desse ano velho que trouxe.
Anunciava mais um começo.
Banhava o céu com seus raios dourados.
Coloriu nuvens de rosa e alaranjado.
Trazia consigo renovada esperança.
Quem sabe, este ano não será diferente?

Ah! Somos tão ingênuos!
Não há nada novo debaixo do Sol!
Os rios correm e desaguam no mar.
A chuva cai e molha a terra.
As plantas crescem. Morrem.
Governos e poderes se fazem e se desmancham
em pó.
Pó do qual fomos feitos.
Não há nada novo debaixo do Sol – Salomão já o disse!

E continuaremos a caminhar.
A dor, o medo e o silêncio da noite se fazem presentes.
Acima de tudo a morte continuará presente.
Fazendo seu trabalho diário – sem férias.
A morte não tira férias.

Quando o Sol brilhará de novo?
Quando é que Ele voltará?
A Noiva anseia pela chegada de seu Noivo.
A noite não a deixa em paz.
Na escuridão. Ela tropeça.
Cai. Espinhos e bestas selvagens rasgam o seu vestido.
Sua nudez a aflige.
Cadê o Noivo? Por que não chega?

A trombeta então ecoa.
E seu som é ouvido em todo o mar de morros.
A manhã já vem chegando.
A Aurora.
O Noivo vem em sua carruagem.
Um novo dia, um novo começo.
Novas vestes.
E a Nova Jerusalém.

Um novo tempo. Um tempo em que nada é mais o mesmo.
Ah! Quão glorioso será o Dia da Vitória do Senhor!
O dia em que não o veremos mais como em um espelho embaçado.
Mas, sim, o veremos face a face.
O Cordeiro da vitória habitará conosco e lágrimas nem choro haverá mais.
A fonte de Água Viva transbordará, nos limpando de todo mal.
E ah! Não podemos nos esquecer da Árvore da Vida!
Do seu Trono!
E a morte morta estará!

Apocalipse diz que:
Ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do Sol, porque o Senhor Deus os iluminará; e reinarão para todo o sempre.

——–

Hoje o Sol se pôs atrás das nuvens.
Não pude me despedir.
Mas aqui me despeço deste ano.
Gracioso ano que se passou.
E aproveito para dar as boas-vindas a mais um ano.
Um ano em que possamos viver, aqui e hoje mesmo, a esperança que temos.

 

• James Andrew tem 18 anos e é estagiário de Comunicação/Marketing da Editora Ultimato.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.