O conselho em Provérbios é o de que devemos instruir as crianças segundo os objetivos que temos para elas, e mesmo com o passar dos anos elas não se desviarão deles (Pv 22:6). E que grande desafio é esse de ensinar aos pequeninos! Para instruí-los, é preciso que nós também busquemos instrução.

Educadora cristã e pedagoga, Márcia Barbutti atua como editora assistente na Editora Cultura Cristã. Ela tem contribuído para o portal Ultimato com artigos que refletem sobre os desafios dos pais e educadores com as crianças, e auxiliando-os com recursos para serem aplicados na prática.

Leia e compartilhe os conteúdos preparados por Márcia, já publicados aqui:

 

Como você, criança, pode fazer a sua devocional diária?

Já faz um tempo que tenho tido a alegria e o privilégio de escrever para pais e educadores sobre assuntos do universo infantil ou como tratar certos temas com as crianças. Mas dessa vez a proposta é diferente, de alguma forma eu gostaria de falar diretamente com a criança, seja ela seu filho, neto, sobrinho ou aluno. Você poderia fazer chegar esse texto até ela? Então vamos lá. >>Leia mais

 

Como auxiliar o desenvolvimento da espiritualidade da criança?

A igreja deve fornecer um ambiente propício para a criança desenvolver o seu relacionamento com Deus. Claro que esse ambiente deve ser alegre e aconchegante, mas não podemos confundir esse momento com entretenimento. Muitos líderes têm feito um tremendo esforço para criar uma atmosfera de lazer, empolgação e diversão no espaço da igreja, e isso por si só não é ruim, mas esse não é o único meio de aprendizado. Precisamos propiciar espaços e momentos de quietude e reflexão, levar a criança a compartilhar o que sabe, o que quer saber e o que sente. >>Leia mais

 

Como contar uma boa história bíblica para crianças?

Quando pensamos em contar uma história para crianças, temos que ter em mente em que contexto será contada. Será em casa, na igreja, em um evento? Qual a idade predominante? Que ferramentas – livro, figuras, slides, objetos – eu tenho à mão? Qual o tempo e espaço disponíveis? Temos que pensar nesses detalhes (e outros mais), porém, para a nossa conversa aqui, veremos alguns princípios que podem ser usados em diferentes contextos e com diferentes idades para contar uma boa história bíblica. Então vamos lá. >>Leia mais

 

Como tratar o bullying dentro da igreja?

Quando o assunto é bullying, as opiniões variam de um extremo a outro. Alguns dizem que as crianças de hoje em dia são cheias de mimimi e que no passado elas aguentavam a zoação sem dramas. De um jeito ou de outro, é necessário agir em prol da criança, seja ela o agente agressor, a vítima ou o expectador. Muitos colégios e associações desenvolvem campanhas contra o bullying, o que é de grande valia, mas como as igrejas tem se envolvido nessa questão. Aliás, existe bullying nas igrejas? >>Leia mais

 

Como falar da Reforma para crianças

O texto apresentado aqui é uma conversa/aula. O importante é frisar bem os conceitos básicos da nossa fé. Utilize a música disponibilizada ao final, ela também reforçará o ensino. Inicie falando sobre algumas reformas que vemos por aí, reformas em casas, prédios ou até mesmo em uma roupa. Mostre a roupa e pergunte o que leva uma pessoa a reformar algo. Aguarde as respostas e em seguida, enfatize que reformar é “dar forma melhor e mais aperfeiçoada; modificar algo estava em mau estado e pôr em bom estado”. >>Leia mais

 

Como lidar com a tecnologia na infância

Não é preciso ser especialista para ver que precisamos de uma boa dose de equilíbrio para usar toda essa tecnologia que está na palma da mão, disponível 24 horas por dia. Em minhas pesquisas e conversas, vi dois caminhos que precisamos trilhar, o primeiro é o dos “combinados”, ou seja, discutir o assunto em família e planejar ações para serem executadas por todos (inclusive pelos pais!). O segundo é sobre ajudar a criança a controlar seu tempo de exposição e filtrar o que assiste e joga. Vamos lá! >>Leia mais

 

Como contar a história da Páscoa para crianças

Falar sobre a Páscoa com os filhos menores é um tremendo desafio. Existem muitos conceitos que ainda não estão totalmente elaborados na mente dos pequenos, como morte, pecado, Jesus Deus e Homem… Mas aos poucos eles começarão a entender e os pais terão outras oportunidades para desenvolver melhor esses conceitos. Neste artigo, Márcia ajuda com recursos para contar a história da Páscoa aos pequeninos. >>Leia mais

 

Como falar do papel da mãe para crianças

A mulher virtuosa de Provérbios 31, embora pareça uma idealização, que não se encaixa no corre-corre da vida moderna, é real e possível. Os princípios que vemos nas Escrituras são tão atuais quanto os últimos acontecimentos da semana. Aqui Márcia lança um desafio aos homens, aos pais, para que ensinem essa parte das Escrituras aos filhos, tendo em mente que eles saibam que a Bíblia é o padrão para toda a família, compreendam a importância do papel da mãe no lar e reconheçam que é necessário dar honra e obediência às mães. >>Leia mais

 

Como falar de ética e política para crianças

Nunca fomos tão ávidos por manifestar nossas opiniões sobre os mais variados assuntos. O fluxo de dados dos nossos dias faz com que muitas informações, nem sempre verdadeiras, cheguem até nós. As crianças não estão alheias a toda essa forma de expressão. E quando o assunto é política fica o tremendo desafio: como pais (e professores) devem falar sobre ética, respeito e política em meio a um mar de lama e corrupção? >>Leia mais

 

Como e por que fazer o culto doméstico

Culto doméstico, culto familiar, culto em família, devocional do lar… Seja o nome que for, a pergunta que não quer calar é: ele já morreu, está na UTI ou passa bem, obrigado? Pensando bem, talvez devêssemos começar com outra pergunta: o culto doméstico é uma norma ou uma atividade opcional para a família cristã? Quando respondermos honestamente, saberemos o estado do paciente. >>Leia mais

 

Como preparar um calendário de Páscoa para crianças

Quem tem crianças em casa ou é professor(a), sabe da busca a cada ano para ensinar a mais importante mensagem de todos os tempos: Jesus assumiu a minha morte para que eu tenha vida! Pensando nisso, Márcia preparou um calendário da Páscoa para que papais e mamães ensinem aos seus filhos sobre os importantes fatos que antecederam a morte e ressurreição de Jesus. >>Leia mais

 

Como ensinar a criança a ler a Bíblia

“Não é fácil ler a Bíblia!”, possivelmente você já ouviu essa expressão e talvez até considere essa possibilidade. Então, não seria um contrassenso levar a criança a ler algo que é de difícil compreensão? Por que ela tem que fazer isso? É possível, uma criança ter o hábito de ler a Bíblia e ainda compreender o seu texto? Se essas questões inquietam você, vamos prosear sobre o assunto. >>Leia mais

 

Como falar sobre sexo e pornografia com as crianças

Nossos filhos são expostos cada vez mais cedo a cenas e notícias com teor sexual e as informações estão na palma da mão. Não somente as informações, infelizmente, nossos filhos também estão expostos a conteúdos degradantes e pervertidos. Nenhum de nós pode falar se o filho terá contato com a pornografia, resta-nos saber quando terão acesso e como irão agir. E cabe a nós, pais, tratar desse assunto com naturalidade e intencionalidade. >>Leia mais

 

Como falar de política para crianças

Não existe uma regra para determinar a idade mínima para essa conversa. O ideal é que a criança seja levada pela curiosidade, ou seja, à medida que ela comenta ou pergunta, iniciamos a conversa. Esse é um bom princípio, contudo não pode ser o único, pois, haverá situações nas quais precisaremos interferir. Por exemplo, conheci uma criança de seis anos que estava apreensiva porque pensava que, se determinado candidato vencesse as eleições, seu pai perderia o emprego. Muitos outros casos semelhantes a esses estão presentes nos lares do nosso país, portanto, pais e educadores precisam estar preparados para fornecer amparo e informação para seus filhos e alunos. >>Leia mais

 

Como comemorar o Natal com as crianças

Dezembro, férias da criançada, mudanças na rotina, viagem (talvez), preparativos (muitos), correria (quase certa), e o natal está se aproximando. Em meio a todo esse turbilhão é necessário manter o foco naquilo que é importante e verdadeiro nesse tempo de festa: o nascimento miraculoso de Jesus. Esse foco precisa ser visto e compartilhado, não basta estar somente em nossas mentes adultas e em alguns enfeites pela casa. E o que podemos fazer? >>Leia mais

 

Como conversar com seu filho sobre a Covid-19

Assistindo aos noticiários, especialmente sobre o que ocorre fora do Brasil, tive aquela impressão de estar vivendo um filme de ficção. Policiais e soldados restringindo o trânsito de pessoas, restaurantes, comércio, escolas, igrejas… tudo fechado, ruas desertas… Mas isso não tem nada de ficção, é real e está aqui. Diante desse cenário, as reações são variadas assim como variadas são as pessoas. E quanto as crianças? Suas reações não são uniformes e nem podem ser. >> Leia mais

 

7 dicas para educar crianças contra o racismo em casa e na igreja

Reflita sobre a série de privilégios que existe para as pessoas brancas, isso é real. Pense na padronização de uma estética europeia que é imposta desde a infância e que não representa a maioria das crianças do nosso país. Observe a falta de representatividade da criança negra na literatura, na mídia, nas artes, etc. Como isso afeta a criança e sua família? >> Leia mais

 

A pedra de tropeço e a pedra de moinho

Quanto mais nova for a criança, maior é o poder de influência que temos sobre ela. Poder para seduzir, induzir ao erro, enganar, ferir e destruir. Mas ai daquele que assim procede. Ai daquele que abandona seus filhos nascidos ou que estão para nascer. Ai daquele que, na busca por prosperidade, reforça o materialismo e o consumismo. Ai daquele que nega a disciplina e o limite. Ai daquele que sonega a Verdade. Ai daquele que comete abusos e violência, e que explora o mais fraco e vulnerável. >> Leia mais

 

Como falar sobre a morte com a criança

Como pais não podemos nos esquivar de falar sobre este assunto em família. Porém, conheço muitos homens e mulheres que preferem não falar ou se esquivam dessa conversa. Até certo ponto isso é natural, pois evitamos falar sobre coisas que nos incomodam ou sobre as quais não temos todas as respostas. Além disso, vivemos em uma sociedade que prefere suavizar todos os temas para as crianças para lhes poupar de qualquer tristeza ou sofrimento. Contudo, nossos filhos precisam saber lidar com a morte e cabe a nós, pais, orientá-los. >> Leia mais

 

15 dicas para pais e professores de crianças frente à pandemia

A pandemia está afetando as crianças intensamente. Se você pudesse, por um dia, se tornar uma criança em meio a tantas mudanças estruturais repentinas, tente imaginar como seriam seus pensamentos, emoções, desejos, planos, frustrações, tédio, solidão, insegurança, luto, medos, irritabilidade, alteração do sono e alimentação, falta de concentração, exposição exagerada às telas, etc. Difícil tarefa, mas esse é o retrato da infância hoje. >> Leia mais

 

Por que ler biografias com as crianças é importante? Como fazê-las gostar das histórias?

Deus criou o homem e a mulher à sua imagem e semelhança, por isso, os seres humanos são capazes de realizar coisas extraordinárias em todas as áreas, como no campo da ciência, arte plástica, arte cênica, tecnologia, teologia, missões, projetos de auxílio, invenções, etc. Estamos cercados por pessoas do passado, do presente, de diferentes lugares, que foram notáveis e mudaram nosso mundo. As experiências vividas por essas pessoas irão inspirar os filhos a realizarem o projeto de Deus para suas vidas e que irá impactar outras pessoas, para a glória Dele. >> Leia mais

 

Como ensinar os profetas menores para as crianças?

Ressalte que Deus chamou vários homens e mulheres para levarem a sua mensagem e 16 deles escreveram livros que receberam os seus nomes. Mostre os livros de Isaías a Malaquias. Se seu filho já sabe ler, peça que marque no índice de sua bíblia os livros de Isaías a Daniel com uma cor e de Oséias a Malaquias de outra cor semelhante. Isaías, Jeremias, Ezequiel e Daniel são chamados de profetas maiores, e os doze seguintes (mostre um a um em sua bíblia), são chamados de profetas menores, não porque sua mensagem era menos importante, mas porque seus livros eram mais curtos. >> Leia mais

 
No capítulo 10 do evangelho de Marcos, vemos o conhecido episódio de Jesus com as crianças. Esse será o nosso ponto de partida para ver as crianças como o Mestre as vê. Os discípulos estavam alertas; eles se preocupavam com a segurança do Mestre e era normal o empenho deles em afastar qualquer ameaça à sua integridade física ou à perda de tempo e propósito. Era assim que os alunos de Jesus viam as crianças e seus pais – pessoas de pouca importância ou contribuição para o ministério dele. Além disso, eles não viam a real necessidade dos pais e seus filhos e consideravam socialmente inapropriado incomodar o Rabi com pequenas causas. Mas Jesus viu toda aquela situação com outros olhos, e sua indignação nos aponta alguns princípios. >> Leia mais

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *