Conteúdo extra oferecido como “Mais na Internet” na revista Ultimato, edição 367.

Por Phelipe Reis

Esta imagem ocupou o topo da seção Arte e Cultura da revista Ultimato na edição 367

Quem tiver a oportunidade de sobrevoar as proximidades da cidade Laboulaye, no interior da Argentina, facilmente avistará uma floresta em formato de violão. A floresta ocupa uma área com pouco mais de um quilômetro, no pampa argentino, e é formada por mais de sete mil ciprestes e eucaliptos. A imagem da floresta é famosa na internet, mas nem todos conhecem os detalhes da história de como surgiu a ideia nem de como a floresta foi plantada.

Eram meados da década de 70. Graciela Yraizoz sobrevoava a região do pampa quando avistou uma fazenda, cujo formato parecia um balde de ordenha. Apaixonada que era por instrumentos, Graciela comentou com o esposo, Pedro Ureta, que deveriam fazer uma guitarra gigante em sua propriedade.

Naquela época, o marido estava muito ocupado com seus afazeres para realizar o desejo da esposa. Passado algum tempo, Graciela foi acometida por um repentino problema de saúde. Um aneurisma cerebral fez uma artéria se romper e levou a jovem senhora à morte. Graciela tinha 25 anos e estava à espera do seu quinto filho.

Em 1979, dois anos após a morte da esposa, o fazendeiro viúvo sentia-se arrependido por não ter realizado o desejo de Graciela e então decidiu plantar a floresta com a qual ela sonhara. Com a ajuda dos quatro filhos, ele plantou e cultivou cerca de sete mil árvores. O trabalho teve que ser reparado várias vezes, já que algumas mudas morriam ou eram comidas por animais.

Os ciprestes formam o corpo do violão, em forma de oito, e o furo de som, em forma de estrela; enquanto os eucaliptos azuis são usados para representar as seis cordas. Mas o belo design da floresta, que pode ser visto inclusive do espaço, o fazendeiro só vê por fotos, pois tem medo de voar.

• Phelipe M. Reis é amazonense, jornalista e missionário. É esposo de Luíze e pai de Elis.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *