Por Dani Marçal

Estamos diante de uma geração que tem o mundo na palma da mão, com acesso a tudo que é bom e ruim, ao mesmo tempo e no mesmo lugar. Não há como negar a falta de equilíbrio entre vida real e vida virtual. É uma característica dessa geração, por isso, não temos como mudá-la, mas podemos influenciá-la, usando os recursos que realmente a atinge.

Como adultos ou jovens que fazem parte dessa geração, somos sábios no uso de nossas redes sociais? Somos verdadeiros cristãos (cristinhos) em nossas postagens e mensagens?

Infelizmente, de modo geral, nós cristãos fazemos péssimo uso das redes… É incrível o número de indiretas, desabafos, maledicências, fofocas, discussões, “cutucões”, fotos impróprias, frases e slides “anticristãos” que observamos diariamente. No que isso contribui para que nossos contatos tenham conteúdo de qualidade nas redes? Podemos notar uma falta de testemunho imensa, a ponto de afastar ainda mais as pessoas da igreja, da nossa vida e da Verdade que conhecemos, mas não proclamamos.

Devemos, então, postar e compartilhar somente versículos bíblicos, mensagens e pregações? Será? Acredito que isto pouco influenciará a juventude ou grande parte dos seus contatos, provavelmente seremos vistos como “fanáticos”.

Carecemos de pensantes e influenciadores que conheçam e amem a juventude, a ponto de demonstrar esse amor também nas redes.

A galera ama ver fotos de família e amará ainda mais uma pequena descrição que traga valor e reflexão; ama ler todos os comentários da foto postada por ela e amará ainda mais se nosso comentário for bom, amável e com transmissão de valor; ama pequenos vídeos e amará ainda mais se postarmos um que ensine alguma coisa e marcá-la; ama saber o que estamos fazendo e amará ainda mais se perceber que estamos lendo um bom livro; ama ficar lendo um monte de postagens e amará ainda mais se forem postagens de coisas que fazem bem ao coração.

Está na hora de usarmos nosso tempo e nossa criatividade na produção de bons conteúdos, conteúdos que comuniquem valores do Reino, sem sermos chatos, fanáticos ou meros críticos.

Discernimento, criatividade e sabedoria, é o que precisamos como cristãos para influenciar, auxiliar e fazer diferença nas redes. Basta pensar um pouco ao invés de ir com a “massa”.

Precisamos ser intencionais na proclamação do Reino, nossas atitudes, podem e devem trazer os valores do Reino tanto em nosso cotidiano (face a face), como nas redes.

Desejo que você e eu sejamos esses pensantes, influenciadores sábios, amantes da juventude que demonstrarão o amor do Cristo em todas as atitudes e postagens nas redes.

  • Dani Marçal é de Campo Limpo Paulista (SP). Uma mulher sem casa, sem chão, na estrada, por que acredita e ama a nova geração. É obreira da Mocidade para Cristo do Brasil e ministrou a oficina Uso de Redes Sociais no EMEP 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>