Ult_jovem_29_07_15_Não_vou_pararVivemos em tempos onde são tantas as ofertas que fica difícil agarrar apenas uma, e até mesmo permanecer com ela por muito tempo. Em uma era de produtos descartáveis, transferimos esse conceito para os relacionamentos, posicionamentos e até mesmo convicções de fé. Na hora da pressão, é mais fácil parar e trocar do que permanecer e perseverar. Mas será que é isso que deve acontecer?

E se José tivesse parado de acreditar nos sonhos dados por Deus quando foi maltratado e vendido por seus irmãos? Se Davi tivesse parado quando seu melhor amigo, Jonatas, morreu? Se Gideão tivesse parado quando viu seu exército de trinta e dois mil homens, que já era pequeno, ser reduzido a trezentos? Se Rute tivesse parado de acompanhar Noemi, sua sogra, quando seu marido faleceu? Se João Marcos tivesse parado de crer no chamado de Deus quando Paulo se irritou com ele? Se Paulo tivesse parado de dedicar sua vida à obra missionária quando foi perseguido, ou açoitado? Se os heróis da fé tivessem parado de proclamar o Senhorio soberano de Deus quando sofreram por suas declarações? Se os apóstolos tivessem parado de anunciar o Evangelho quando foram ameaçados?

O fato é que eles não pararam! E eles nos inspiram a não parar também. De geração a geração, motivos para parar e desistir nunca vão faltar para aqueles que seguem a Jesus. Mas a sua perseverança e resistência também podem inspirar outros a continuar. Em cada geração sempre haverá desafios, perseguição, apelos à desistência. Mas se estamos aqui é porque, em todas as gerações, alguém disse que não pararia.

Agora é a sua vez! É o seu momento de dizer “eu não vou parar” e tornar-se um referencial para o seu tempo e uma inspiração para as gerações futuras.

• Rodolfo Gois é diretor pastoral do TeenStreet Brasil, pastor da IPIB de Maringá, PR, e integra a equipe executiva do Vocare.

Foto: Freeimages

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>