Há 130 anos  |  17 de janeiro de 1888

Morreu, em Edimburgo, Reino Unido, o doutor Robert R. Kalley, médico e missionário escocês, que veio para o Brasil em 1855. Ele fundou em Petrópolis a primeira Escola Dominical e é o pai da Igreja Evangélica Congregacional brasileira.

Robert era um jovem escocês diplomado em cirurgia, farmácia e medicina. A princípio era ateu, mas a admirável calma e resignação de um cliente verdadeiramente cristã, levou-o a estudar as Escrituras. O resultado foi a sua conversão e a sua consagração total á pregação do Evangelho.

Com a idade de 29 anos chegou à ilha da Madeira, Portugal, como missionário. As inúmeras conversões despertaram sérias perseguições religiosas e Robert foi obrigado a fugir, depois de dar cinco anos de sua vida aos madeirenses.

Alguns anos depois, no dia 10 de maio de 1855, com 46 anos, este Robert e sua segunda esposa, desembarcaram no Rio de Janeiro com o propósito de anunciarem aqui o Evangelho. Coube a ele a glória de inaugurar no Brasil o primeiro trabalho estável e permanente de evangelização em português. Talvez por causa da idade e por causa das amargas experiências em Funchal (capital de Madeira), Kalley agia com acentuada prudência e recomendava aos crentes portugueses, que vieram para ajudá-lo, que tivessem “grande cuidado com os padres e as irmãs de caridade”.

Leia mais
O naturalista e o missionário: Charles Darwin e Robert Kalley

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>