Potiguar descobre seu lugar no mundo por meio de uma igreja em uma pequena cidade no Agreste do Rio Grande do Norte

O Meu Lugar no Mundo

Por Jean Rodrigues de Oliveira

Nasci na capital do Rio Grande do Norte, Natal, e aos 14 anos me converti ao Senhor Jesus na igreja do bairro em que morava. Com 21 anos, casei e me mudei de bairro. No ano seguinte, por meio de um concurso, me tornei funcionário do Estado e fui enviado para a cidade de Nova Cruz, cerca de 100 Km da capital, para fazer um curso de formação na minha área, seis meses antes de voltar para a capital para começar a exercer a nova profissão. No entanto, por vontade Divina, continuo em Nova Cruz até os dias de hoje. Nesta cidade, filiei-me à Igreja Assembleia de Deus, pertencente ao Ministério de Madureira, que na época tinha apenas 6 anos de implantação, era muito pequena e enfrentava diversas dificuldades.

Minha primeira atividade na igreja foi como professor substituto na classe de adolescentes da escola bíblica dominical. Após alguns meses fui empossado como vice coordenador do departamento de adolescentes. Desde então, comecei a estudar sobre a vida cristã dessa faixa etária. Depois de um ano, fui nomeado como coordenador da Mocidade, e permaneci servindo entre os jovens por 3 anos e meio. Para ajudar, fui em busca de conhecimento sobre a vida e os anseios do jovem cristão.
Findando o período à frente da Juventude da igreja, fui desafiado a dirigir uma pequena congregação em um bairro da cidade. O foco agora era a liderança, evangelização e família. Precisei aprender muito sobre estas áreas. Dessa forma fomos acumulando conhecimento sobre adolescência e juventude, família, liderança e evangelização.

Ao fim de três anos à frente da congregação, voltamos para igreja Sede onde começamos a desenvolver alguns projetos. Fizemos treinamento com a agência AMME EVANGELIZAR junto com mais algumas pessoas da igreja. Aprendemos sobre evangelização criativa. Fizemos palestras e apresentações teatrais sobre o combate às drogas para jovens e adolescentes em várias escolas da cidade. Com estas mesmas pessoas, criamos o projeto Áquila que tinha como finalidade levar recreação infantil e ensinamentos sobre valores familiares à luz das Escrituras a diversas comunidades urbanas e rurais, por meio de tendas coloridas. Também, iniciamos o movimento Desperta Nova Cruz, destinado a várias ações: distribuição de cestas básicas, palestras sobre higienização bucal para crianças, cultos de celebração, entrega de literatura informativa sobre combate à exploração sexual juvenil para pessoas nas ruas e nos veículos.

Atualmente, estou como coordenador de ensino no campo Eclesiástico da igreja. Este ano, por ocasião dos 27 anos de aniversário da igreja, realizamos a primeira Escola Bíblica de Obreiros e Membros (EBOM). Foi um marco histórico. Conseguimos apoio da Editora Ultimato, da obra missionária Chamada da Meia-Noite e da Sociedade Bíblica do Brasil que nos cederam materiais para confecção do kit do aluno. Cada participante contribuiu com dois quilos de alimento para a inscrição Cerca de 200 pessoas participaram e conseguimos montar 40 cestas básicas que garantiram alimentos a famílias em vulnerabilidade social. O tema da escola foi “A Missão Evangelizadora e Social da Igreja”. Durante três dias promovemos, por meio dos palestrantes, inspiração, ideias, desafios e amor para com as pessoas sem Deus e que vivem à margem da sociedade.

Há 6 anos fui ‘encontrado’ e convidado pelo Paralelo 10 para ser representante do projeto na região e promover a Missão Integral por meio de palavras e ações. Por meio do Paralelo 10 participamos de diversos eventos e fizemos ponte com diversas pessoas e instituições. Foi através do Paralelo 10 que nossa visão foi ampliada no tema e pudemos, com a ajuda do mesmo, desenvolver boa parte dos trabalhos descritos acima.

Assim, ao longo de 21 anos na cidade de Nova Cruz desenvolvi várias funções e precisei aprender sobre diversos desafios que surgiram à minha frente, o que me levou a encontrar o meu lugar no mundo! E assim, eu pude tecer redes com pontos nas áreas de treinamento, idealização e inspiração.

  • Jean Rodrigues de Oliveira é casado com Gracilene Araújo, pai de dois filhos, pastor auxiliar na Assembleia de Deus de Nova Cruz, Rio Grande do Norte (CONAMAD) e representa o Paralelo 10 na região.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.