Por Aretha Fernandes

Às vésperas de completar três anos, a Rede Evangélica de Marabá (Remar) comemora com igrejas locais a articulação de projetos em prol da comunidade. Um deles foi iniciado em março pela Igreja Batista Central (IBC), no bairro Folha 19, em Marabá, município do sudeste do Pará, e atende moradores do bairro com curso de informática, aulas de reforço e inglês e escola de futebol. Ao se colocar a serviço da comunidade onde está instalada há quase 25 anos, a igreja contribui para que essas pessoas tenham suas necessidades físicas, sociais e espirituais atendidas.

IMG-20160403-WA0041

Capacitação Umoja

O pastor da Igreja Batista Central, Osvaldo Ferreira dos Santos, conta que o projeto é um sonho antigo e que se tornou possível com o apoio da Remar. “Eu já vinha conversando com a igreja sobre isso há dois anos, mas não sabia como fazer. O Umoja abriu a minha cabeça e me fez acreditar que tudo seria possível”, comenta o pastor, referindo-se ao treinamento promovido pela Remar em 2015. O encontro foi realizado em parceria com a Tearfund e reuniu lideranças de diversas igrejas para apresentar a metodologia Umoja, que incentiva o desenvolvimento de projetos a partir das necessidades reais do seu público e a utilização dos recursos disponíveis na comunidade.

IMG-20160402-WA0026

Escola de futebol – IBC Marabá

De lá para cá, a Remar e a IBC continuam caminhando juntas. Em fevereiro, a Rede Evangélica de Marabá apresentou aos membros da igreja o projeto Grão de Trigo, auxiliando-os a elaborar e colocar em prática ações de curto prazo. A elaboração do projeto da escola de futebol também foi uma articulação conjunta. Nos dias 21 e 22 de abril, a metodologia do projeto Grão de Trigo será apresentada a outra igreja de Marabá, a Primeira Igreja Batista do Novo Horizonte, onde a Remar vem discutindo com os membros sobre a missão integral.

Para o coordenador da Remar e membro da Igreja Cristã Evangélica, Alexandre Rosa, o desafio agora é que essas ações de protagonismo se consolidem e possam servir de modelo para inspirar outras igrejas da região. “O grupo tem focado suas ações tanto em sensibilização e capacitação quanto em articulação de ações de protagonismo comunitário. E temos tido a oportunidade de viver uma comunhão em prol do Reino que tem edificado as nossas vidas. O resultado de algumas ações será colhido a longo prazo”, argumenta.

Além de cooperar com as igrejas para potencializar suas ações, a Remar promoveu o 1º Congresso de Missão Integral de Marabá e contribui na articulação para a criação do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Marabá.

Veja outras fotos:

• Aretha Fernandes é jornalista e membro da Rede Evangélica de Marabá e da Primeira Igreja Batista do Novo Horizonte.

  1. Joyce Keliher

    Que bencao de ver as igrejas de Maraba cooperando para abencoar a comunidade em tantas maneiras praticas! Que Deus continue a fazer crescer estes projetos!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.