Livro Atividades em Áreas NaturaisA nossa dica de hoje é sobre o livro  “Atividades em Áreas Naturais” que estimula educadores a trabalharem em áreas naturais. A autora Ana Luiza Basílio, defende que visitas devem ser mais sensitivas do que técnicas, com o objetivo de melhorar a relação das crianças com a natureza.

Como considerar as vivências com a natureza ou em espaços ao ar livre no processo de desenvolvimento dos indivíduos? A ambientalista Rita Mendonça pretende contribuir com essa questão a partir do livro digital “Atividades em Áreas Naturais”, lançado recentemente pelo Instituto Ecofuturo, com apoio da Valmet Corporation.

Na obra, a especialista reúne uma série reflexões sobre o uso desses espaços e também sugestões de atividades pensadas, segundo a autora, para os diversos níveis de proximidade que os educadores têm com a natureza. Para Rita, educador é ”todo adulto que ensina por suas atitudes”. Assim, todos, professores ou não, têm o papel de ensinar aos pequenos uma maneira saudável de interagir com o meio que nos circunda.

Percurso em construção

Para a autora, o livro traz uma mensagem importante nas entrelinhas: “um trabalho com a percepção de que os problemas ambientais que vivemos, em algum aspecto, têm a ver com o afastamento das pessoas da natureza”. No entanto, ela descarta uma abordagem romântica ao tema.

A obra discorre sobre como nossa relação pode ser iniciada quando crianças. Uma das defesas é que o contato com os espaços naturais partam de visitas “sensitivas” e reflexivas já que esses momentos, na análise da autora, podem valer mais as percepções e os sentimentos do que as visitas técnicas ou científicas. “Sem encantamento o conhecimento não nos afeta de verdade”, coloca a autora em uma das passagens do livro.

 

O livro está disponível para dowload (AQUI!)

 

Leia o artigo completo (AQUI!)

 


Publicado originalmente no site Porvir, (Aqui!)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.