O lugar da mulher

Homem e mulher foram criados por Deus iguais e, ao mesmo tempo, diferentes. Mas a desobediência de ambos provocou uma ruptura na harmonia criada por Deus. A interdependência deu lugar à competição; o respeito mútuo sucumbiu ao autoritarismo; a relação deu lugar à exploração.

Como lidar com essas tensões em nosso contexto familiar? E na igreja? O que tem influenciado nossas abordagens e atitudes: a cultura ou o projeto de redenção em Cristo?

Continue lendo

Família: submissão se aprende em casa

Dizer que a família é uma ideia de Deus tornou-se um clichê, embora não diminua a força desta verdade. No entanto, os desafios cada vez mais difíceis, as crises e perdas da convivência familiar também são inegáveis.

Então, como superar “em casa” tais desafios? É possível desenvolver e mostrar sinais do projeto original de Deus para a família?

Continue lendo

Jesus Cristo: tropeço ou fundamento?

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 364

No conhecido “sermão da montanha” Jesus advertiu seus ouvintes sobre a importância de sermos responsáveis por aquilo que ouvimos e aprendemos. No estudo bíblico de hoje também somos desafiados a pensar acerca do fundamento sobre o qual fazemos nossas escolhas. E, o próprio Cristo é a “pedra angular”. Ou não. Pode ser também a “pedra de tropeço”. A escolha é nossa: “Não ajustamos Deus à nossa vida; é ele que nos ajusta à dele”.

Continue lendo

Cansaço e esgotamento: para descansar é preciso crer

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 364

O cansaço, e eventualmente até mesmo o esgotamento, tem se tornado uma experiência cada vez mais comum, inclusive entre os cristãos. Uma das consequências mais desastrosas do cansaço é o surgimento de um coração endurecido e insensível, que nos afasta da compaixão pelo próximo e também da possibilidade de sermos renovados pelo Senhor. Você está se sentindo pressionado em sua vida pessoal ou ministerial? Que decisões práticas poderiam evitar um estágio de “esgotamento espiritual”?

Continue lendo

A fé (e o homem) que deixou Jesus admirado

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 364

A autossuficiência humana, que é uma espécie de filhote do nosso orgulho, pode se tornar um grande empecilho para o reconhecimento de nossa completa dependência da intervenção de Deus. O estudo mostra um homem que parece ter entendido que não possuía merecimento algum diante de Jesus, e que portanto dependia totalmente da boa vontade Dele. Esse exemplo de entrega e de fé ainda é válido para hoje?

Continue lendo