Arquivo | Série Revista Ultimato RSS for this section

Quem conhece a Deus, anda nos seus caminhos

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 387

Logicamente, nenhum de nós conseguirá “viver como Jesus viveu” em toda a sua plenitude. Isso nunca aconteceu antes, e nunca acontecerá. O apelo de João não é um convite ingênuo para o “irrealizável”; mas tem a ver com o alvo para onde dirigimos nossa atenção e nosso empenho.

Continue lendo

A vida não para: exercícios para não perder a alma

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 387

As disciplinas espirituais, desenvolvidas e praticadas pelos cristãos ao longo de séculos, se apresentam como estes “caminhos” que nos põem em movimento rumo ao “exercício espiritual [que] tem valor para tudo porque o seu resultado é a vida, tanto agora como no futuro” (1 Tm 4.8, NTLH).

Continue lendo

Transformados pela graça: o que é isso?

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 386

Existe alguma garantia de que podemos ter uma vida diferente, transformada? Uma vida em que aprendemos a renunciar a tudo aquilo que causa desprazer a Deus; e que, por outro lado, seja a marca de alguém que possui uma nova atitude em relação a si mesmo, ao próximo e a Deus?

Continue lendo

A verdadeira sabedoria: nem diplomas, nem palavras

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 386

Como identificamos uma pessoa sábia? Pelo nível de conhecimento sobre determinado assunto? Pelas suas “posses culturais”? Pelo número de diplomas e títulos acadêmicos? Pelas decisões ponderadas e bem-sucedidas? Bem, todas essas coisas são importantes e podem enriquecer a nossa “sabedoria”, mas a carta do apóstolo Tiago, apresentam um critério especial para “classificar” alguém como sábio ou sábia.

Continue lendo

De todas as tribos: a igreja e suas muitas cores

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 385

Como você definiria um autêntico discípulo de Cristo? Claro que há muitas maneiras de responder a esta pergunta, mas existe uma boa probabilidade de que na sua lista de “qualidades” (e na minha!) surgiriam várias características antes de aparecer aquilo que o próprio Jesus indicou como a “quintessência” do discipulado cristão.

Continue lendo