Tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não são para comparar com a glória por vir a ser revelada em nós (Romanos 8.18) O homem é mesmo um desequilibrado. Até bem pouco tempo atrás uma fatia respeitável da igreja cristã empurrava todas as bem-aventuranças para o céu e para a eternidade. Dizia-se então […]

Continue lendo →