BlogUlt_29_06_16_Equipe_reunida

Equipe Ultimato

Por Lissânder Dias

Ontem foi um dia especial para a equipe da Ultimato. Nosso café matinal foi na casa do Pr. Elben César, fundador da revista — que fica próxima ao prédio da editora. O motivo foi a inauguração do novo escritório de trabalho de Elben, uma extensão da sua casa. Por recomendações médicas, foi necessário ter um lugar que não exigisse dele subir e descer escadas. O antigo escritório ficava justamente no segundo andar da residência.

Elben está feliz com o novo espaço, mas ainda se pergunta como vai fazer quando precisar dos outros livros que ficaram no andar de cima. É que o novo escritório não comporta a sua vasta biblioteca!

O momento de celebração foi simples, mas agradável. O sol – e o café também! – ajudou a nos esquentar nestes dias frios de Viçosa. Elben nos contou como surgiu a ideia do novo espaço e agradeceu a Deus pelas bênçãos que recebeu para que a construção pudesse ser feita. Alegremente, nos mostrou as fotos dele e de tia Deja penduradas nas parBlogUlt_29_06_16_Quadro_casal2edes. Um quadro em específico [foto ao lado] é uma prova do bom humor do casal: eles, de costas, andando de mãos dadas e com a seguinte frase abaixo: “vamos para nosso escritório até que a velhice acabe conosco!”. Mas o tom trágico da brincadeira é quebrado logo com o versículo: “Aos cansados Deus dá novas forças” (Is 40.29).

Coragem
A diretoria da Ultimato aproveitou o momento para também fazer alguns comunicados à equipe. “A crise financeira chegou até nós e precisamos trabalhar juntos para superá-la. Tempos especiais exigem medidas especiais”, disse a diretora geral, Klênia Fassoni. De fato, Ultimato como tantas outras empresas e ministérios, tem passado por uma queda em sua arrecadação por conta da situação difícil do Brasil. Enquanto ouvia os relatos, o Pr. Elben pegou sua Bíblia e nos disse uma palavra inesperada que nos encheu de ânimo para continuar o trabalho:

 

Li hoje de manhã em meu momento devocional exatamente este texto: ‘Não percam a coragem, nem fiquem com medo das notícias que ouvirem. Cada ano, se espalha uma notícia diferente… Agora, andem! Não fiquem esperando!’

(Jr 51.46, 50 – NTLH).

BlogUlt_29_06_16_Galho

Bougainvíllea “fora da curva”

 

Momentos antes, enquanto tomávamos o café, nos chamou a atenção o galho de uma bougainvíllea que cobre o caramanchão do quintal do Pr. Elben. O galho cresceu – talvez uns três metros a mais – para fora da cobertura. Sua força de superar limites foi uma singela lição para nós.

Que Deus nos dê coragem para seguir em frente!

 

• Lissânder Dias é jornalista e editor do Portal Ultimato.

 

 

Alguns anunciam a esperança, mas outros fazem questão de levantar a bandeira da descrença. Os primeiros são evangelizadores. Os outros são “desevangelizadores”. Este era o mote da matéria principal da próxima revista Ultimato. Mas como elaborar uma capa a partir deste conceito?

Como de costume, a redação da revista reúne-se para discutir o briefing da capa. Para esta edição, isso ocorreu no dia 07 de junho. Ligamos os pontos das ideias e fomos sugerindo imagens que pudessem traduzir de forma clara e bela os conceitos.

Saímos da reunião com a ideia principal para a capa: que ela consiga explorar o contraste entre esperança e descrença, ou o contraste entre os dois tipos de pregadores. Aí vieram várias sugestões:

– Vamos fazer o contraste entre sequidão e broto/vida nascendo da terra?
– Que tal trabalhar a “parábola do semeador”?
– Que tal uma árvore seca com algo novo nascendo?
– Ah, tem também o joio e trigo!
– E se tivéssemos um copo “meio cheio” e outro “meio vazio”?
– Talvez seja uma boa ideia acentuar, tipograficamente, a diferença entre esperança e descrença.
– Podemos também focar nos detalhes de uma folha meio verde e de outra meio seca.

Levamos todas estas sugestões ao artista Rick Szuecs para que ele tivesse a liberdade de propor suas próprias ideias com a ajuda do briefing. Rick então nos enviou duas opções:

OPÇÃO 01

ULT361_op1_Preview-A

OPÇÃO 02

ULT361_op1_Preview-B

 

Advinha qual foi escolhida?

 

BlogUlt_24_06_16_revistaPalavras, frases, títulos, subtítulos, imagens, espaços entre linhas, cores, arquivos em PDF, vai-e-vem de versões diagramadas, escolha da imagem de capa. Tudo isso faz parte do processo de produção de uma edição da revista Ultimato. Isso resolvido, o próximo passo é enviar os arquivos para a gráfica. E é o que acontecerá ainda hoje com a revista Ultimato de julho-agosto (361).

O tema da próxima edição são os “pregadores da esperança e os pregadores da descrença”. Como diz o primeiro parágrafo da “Carta ao Leitor”:

A matéria desta edição alerta sobre a existência de uma ação poderosa e persistente totalmente oposta à evangelização, o que se chama desevangelização. Era o que certos profetas faziam no tempo de Jeremias: espalhar a descrença pelo país inteiro (Jr 23.15). Também queremos chamar a atenção para os pregadores da esperança – ou os evangelizadores – que, ao contrário dos outros, seguem os caminhos de Jesus, que percorria todas as cidades e povoados e anunciava a boa notícia (Mt 9.35).

Aguarde!

 

Elben e tia Deja

Elben e tia Deja

Ontem foi dia de celebrar os 84 anos da “matriarca” da Ultimato: Dona Djanira Momesso César, esposa do Pr. Elben César, mais conhecida como tia Deja. Comemos bolo de amendoim e oramos juntos agradecendo a Deus pelo serviço, testemunho e fé de tia Deja.

Elben escreve (a lápis) e tia Deja lê. “Ela é a primeira pessoa a ler o que eu escrevo. O problema é que ela dificilmente critica”, brinca. Nos primórdios, entre 1968 e 1998, Deja era quem datilografava os arquivos que seriam publicados na revista. Sua presença na vida da Ultimato é fundamental, principalmente nos momentos difíceis. Uma frase que tia Deja repete e que virou quase um lema informal para os colaboradores da Ultimato é: “rapadura é doce, mas não é mole, não!”.

De fato, ela própria viveu momentos de sofrimento nos últimos anos. Primeiro, foi submetida a duas cirurgias delicadas no crânio – no início de 2007. Em março deste ano, caiu em casa e quebrou o fêmur. Está deste então em cadeira de rodas, mas, com a graça de Deus, vem se recuperando muito bem.

Klênia Fassoni, diretora geral da Ultimato e uma das cinco filhas de Deja, brincou: “Agora a mãe tem que ficar mais atenta. Parece que ela já esgotou a cota das suas sete vidas”. Em 2014, Deja disse: “aprendi a viver um dia de cada vez. O mais Deus fará”. Bem dito. Bendita, tia Deja!

 

topo_blog_lewis (1)

 

 

 

 

 

O autor das Crônicas de Nárnia está de casa nova no Brasil. O endereço cslewis.com.br agora está dentro do portal Ultimato.

Criado e coordenado pela professora e tradutora Gabriele Greggersen, o blog tem um pouco de tudo sobre C. S. Lewis. Vida, obra, artigos, cursos, curiosidades e novidades.

Aliás, o leitor mais desconfiado pode começar perguntando se, de fato, Lewis era cristão ou o que As Crônicas de Nárnia têm a ver com Harry Potter. Também vai ficar sabendo tudo sobre a amizade entre Lewis e Tolkien, as novidades sobre os próximos filmes da série Nárnia ou ainda algum assunto mais ‘cabeça’ – como a comparação entre a visão de mundo e o pensamento de Freud e Lewis.

O leitor atento sabe que o blog tem uma caminhada longa em terras brasileiras. E, que C. S. Lewis na Ultimato não é novidade. Em 2005 publicamos Um Ano com C. S. Lewis, uma seleção do melhor das obras clássicas de Lewis, como  Cristianismo Puro e SimplesCartas de Um Diabo a seu AprendizO Problema do SofrimentoMilagres, entre outros. No mesmo ano publicamos Deus em Questão, livro que foi também para o teatro no Brasil e no mundo, que mostra o diálogo entre os dois gigantes do século 20 – Lewis e Freud – conversando sobre o problema do sofrimento, sobre amor, sexo e a existência (ou não) de Deus.

E, para não dizer que não falamos das últimas novidades, além dos recentes Surpreendido pela Alegria e Lendo os Salmos, Ultimato lança em outubro Um Ano com Aslan – publicado originalmente em inglês pela HarperCollins -, uma coletânea preciosa de 365 leituras diárias selecionadas das Crônicas de Nárnia. No prelo.

Arte_Cultura

Falar sobre fé cristã é também falar sobre arte. Por que não?

A capacidade humana de enxergar, gerar e até modelar beleza é incrível. Deus nos fez assim. No entanto, nosso pecado manchou quem somos, e, consequentemente, nossa maneira de enxergar a beleza. Não que tenhamos ficado cegos, não. Mas a verdade é que nossos olhos são muitas vezes reféns do nosso coração enganoso. Apesar desta tragédia, a arte continua sobrevivendo e dando reviravoltas em nós.

A revista Ultimato quer evidenciar e até celebrar a arte que se torna lampejo da graça de Deus. Quer celebrar também a “Graça comum” que, por imensa bondade de Deus, não deixou a beleza morrer mesmo nas mãos de quem abandonou o Criador. Neste ano, comemoramos 5 anos da seção Arte e Cultura, publicada na revista Ultimato.

Arte e Cultura reúne expressões artísticas que vão da arte visual, passando pela literatura, evidenciando música de qualidade produzira por cristãos e expandindo-se pelas mais diversas formas atuais.

Só para lembrar o que Gerson Borges, autor de Ser Evangélico Sem Deixar de Ser Brasileiro diz, “dá pra ser brasileiro e evangélico. A fé não anula a cultura. Uma enriquece a outra”.

Os boletins Últimas deste mês trazem em seus topos imagens usadas na seção Arte e Cultura. Acompanhe!