Conteúdo reproduzido da revista Ultimato edição 324.

Se falamos em redenção é porque entendemos que toda a natureza é caída e que, consequentemente, essa queda chegou ao mundo das artes. Mas a redenção deve começar, antes de tudo, em nossas mentes encarceradas, no revisar do nosso olhar sobre o mundo e sobre o homem, em nossos conceitos sobre adoração e sobre vida.

Cinema

Se os filmes falam de valores e até mesmo de espiritualidade, é hora de os cristãos se fazerem presentes nesse debate, com preparo e, acima de tudo, relevância. [Eugenio Petraconi] leia mais >>

Dança

Numa época em que tantas barbáries são impostas ao corpo, precisamos, como cristãos, recuperar valores e proclamar a verdade também por meio da arte com o corpo. [Marcela Carolina Rocha] leia mais >>

Escultura

É incoerente termos tantos artistas na igreja e tão pouca expressão com obras que inspirem, ministrem, eduquem, evangelizem e glorifiquem a Deus. [Meg Banhos] leia mais >>

Música

Música, antes de tudo, tem a ver com a vida, com vivê-la e experimentá-la em toda a sua potencialidade. Música tem a ver com o ser ser humano. [Guilherme Stutz] leia mais >>

Pintura

Não é obrigatório o artista cristão representar cenas bíblicas, mas ele deve voltar os olhos para a criação e perceber que tudo o que é belo em sua complexidade, sublime e digno de valores faz parte do plano de Deus para a humanidade. [Rafaela Coelho] leia mais >>

Teatro

Todos nós somos artistas e atores. Todos temos a capacidade de dramatizar e fazer de conta. Quando ficamos mais velhos e deixamos de ser criança, paramos de “fazer de conta”? [Henrique Stumm] leia mais >>

Literatura

A produção literária deve falar alto, deve alertar, intervir e gerar transformação. [Jeverton Ledo] leia mais >>

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *