Jogue a palavra “gratidão” no Google e se surpreenda com as pouquíssimas fontes cristãs com referência ao assunto. Seja em livros, vídeos, artigos, etc, é incrível como nós, cristãos, falamos pouco sobre o assunto de maneira aprofundada. Em contrapartida, você se surpreenderá com o vasto conteúdo online sobre gratidão em sites e blogs de outras religiões, principalmente, espírita e espiritualidades esotéricas.

Quando o tema é gratidão, qual o último artigo ou livro que você leu? Qual o vídeo ou música mais recente que você apreciou? Está difícil lembrar? Será que isso revela que estamos muito aquém do que deveríamos, quando o assunto é agradecer? Será que os não cristãos são mais gratos que os cristãos? Claro que uma simples busca no Google não nos permite responder com precisão a essas perguntas. Mas, no mínimo, revela que nós, cristãos, não estamos sendo a referência para o mundo sobre “gratidão”.

Em fevereiro, o Portal Ultimato nos ajuda a lembrar o conselho de Paulo aos cristãos de Tessalônica: “Em tudo dai graças” (1 Ts 5.18). O mês ainda não acabou e já publicamos quase uma dezena de artigos sobre assunto. E vem muito mais até o dia 28. Por enquanto, vale a pena conferir e “espalhar” essa gratidão por aí.

Veja o que já foi publicado no Portal Ultimato:

Quem é grato no sofrimento? [Paulo Brito]

O que te torna grato? [Gabriele Greggersen]

Querer sempre ter mais? [Rute Heckert]

“Em tudo dai graças”, como assim? [Billy Lanne]

Vamos espalhar gratidão! [Blog da Ultimato]

A mulher triste do poço e a gratidão que precede a alegria [Lissânder Dias]

Teologia da gratidão: A gratidão cura e evita doenças [Elben César]

O aprendizado de ser grato [Jeverton Ledo | Blog Ultimato Jovem]

Passei no vestibular, graças a Deus. E agora? [Anna Moreira | Blog Ultimato Jovem]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>