Por Zenilda Lua e John Medcraft

E vem assim como uma visita dócil

que sempre passeou por jardim eterno

saudando aurora

baixios, cercados

espalhando amor

de verão a inverno.

 

Voa sozinho

em bando

em pares

como um feliz migrante

desbravando ares.

 

Traz beleza apurada de uma ternura dileta

uma dolência macia, até parece um poeta.

 

De uma esperteza cuidadosa e mansa

uma esperança de sagrado afeto

desabrocha lírios, cumprimenta as flores

voeja faleno, feliz e inquieto.

Porque os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águia, correm e não se cansam, caminha e não ficam fatigados. (Isaias 40.31)

Créditos da imagem: John Medcraft

Leia mais: 
» Experiências de jardim
» Beleza das cores e formas que Deus criou

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.