HISTÓRIA DE PESCADOR

Kacurí é uma comunidade no Rio Purus conhecida pela violência com que se tratavam as famílias ali; visitantes não eram recebidos de forma amigável e também tinham a má fama de serem bagunceiros e brigões, o que levou muitos vilarejos a proibirem visita de qualquer pessoa que fosse de Kacurí. A expressão era: “Do Kacurí? Deus me livre”. Tudo isso, em grande parte, devido ao consumo de álcool e drogas.

Há dois anos a MEAP iniciou o trabalho plantação de igreja em Kacurí. A primeira visita, com uma equipe de voluntários, foi um impacto para a comunidade, quando alguns moradores decidiram andar com Jesus.

As visitas à comunidade, os estudos bíblicos, devocionais e discipulados levaram a fé desses a crescer e amadurecer. O evangelho conquistou a maioria das doze famílias de Kacurí e o Espírito Santo vem realizando profunda transformação na vida dessas pessoas. Famílias se perdoaram, vizinhos se perdoaram e agora vivem em comunhão e amizade.

A liderança de Kacurí reuniu a comunidade e firmaram um compromisso de não consumirem mais bebidas alcoólicas e banir as drogas da comunidade. A maioria dos moradores aceitou esse código de conduta.

As comunidades ao redor estão reconhecendo a mudança que está acontecendo em Kacurí.

Junto com a MEAP, os moradores de Kacurí foram pedir à liderança de Vila Dedé, que também foi transformada pela Graça, por meio do ministério da MEAP, com a qual estavam brigados há dez anos, se algumas pessoas poderiam frequentar a escola ali. A resposta foi: “Estamos aqui para receber vocês de braços abertos”!

Texto originalmente publicado no site da Missão Evangélica de Assistência aos Pescadores (MEAP). Reproduzido com permissão.

Leia mais: 

» A força missionária ribeirinha

» Projeto Rio de Esperança leva saúde para os ribeirinhos do Purus (AM)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>