O representante do Paralelo 10 no Piauí, Wesley Lima, envia mais notícias sobre as ações do Ministério GerAÇÃO TSO. Destaque para o desenvolvimento do projeto de hortas familiares e do apoio à campanha da Rede FALE contra o uso de agrotóxicos. Leia a seguir.

***

 

Uma das hortas cultivadas por famílias no povoado Coité.

Uma das hortas cultivadas por famílias no povoado Coité.

Olá amigos, novidades do nosso trabalho aqui no Piauí com o Ministério GerAÇÃO TSO. Em novembro de 2013, mandamos notícias sobre o que estamos realizando aqui. Agora queremos falar um pouco mais sobre a horta familiar que iniciamos no fim de 2013 no povoado Coité, na cidade de Altos. É nesse mesmo povoado que iniciamos a escolinha de futebol.

Escolhemos uma família desse povoado como projeto-piloto que funciona da seguinte forma: iniciaremos em cada casa uma horta com um tipo de cultura diferente, por exemplo, numa casa vai ter uma horta com a cultura de alfaces e tomate; em outra a cultura de cebolinha, cebola e coentro, e assim por diante. Com isso, as famílias terão como gerar renda sem prejudicar a cultura do outro.

A família que escolhemos é da Dona Rosa. Ela mora com o esposo, três filhos, três netos e o genro. A frase do sociólogo Betinho sintetiza bem o nosso sentimento: “Quem tem fome, tem pressa”. Inicialmente a gente dá a “vara, o peixe e condições para pescar”. Ensinamos princípios básicos de economia, plantio e higiene. As próprias famílias dão continuidade ao projeto. Não queremos ser assistencialistas, mas promover o desenvolvimento comunitário.

Aproveito para falar da Campanha da Rede FALE “Em Defesa da Vida Sem Agrotóxicos”. O assunto é sério, pois nos últimos anos o Brasil ultrapassou os Estados Unidos e se tornou o maior consumidor de agrotóxicos do planeta. Hoje, cada brasileiro consome mais de cinco quilos de agrotóxicos.

>> Leia mais sobre a campanha da Rede FALE

Com base nas informações do Ministério de Desenvolvimento Agrário, elaboramos os propósitos do projeto de Horta Familiar:
– Promover sistemas justos e sustentáveis de produção, distribuição e consumo de alimentos;
– Promover a valorização da agrobiodiversidade e dos produtos da sociobiodiversidade e estímulo às experiências locais de uso, conservação e manejo dos recursos genéticos vegetais e animais;
– Ampliar a participação da juventude rural na produção orgânica e de base agroecológica;
– Contribuir na promoção da redução das desigualdades de gênero, por meio de ações e programas que promovam a autonomia econômica das mulheres.

Quer  “adotar” uma família e nos ajudar a manter o projeto das hortas familiares? O custo para cada horta familiar é de R$ 300,00. Escreva-nos um e-mail: geracaotso@hotmail.com


• Wesley Lima
, 21 anos, piauiense, trabalha com  TI, articulador no piauí da Rede FALE e Paralelo 10. Tenho desenvolvido uma caminhada missional, cooperando com ações missionárias no Piauí e sertão nordestino e captação de recursos.

 

  1. Jean Oliveira

    Iniciativa maravilhosa que pode ser levada a outras comunidades. Por isso alguém definiu EXPRESSÃO EVANGELIZAÇÃO COMO: EVANGELHO E AÇÃO. Preguemos as boas novas e tomemos ações que ajudem os menos favorecidos. parabéns Wesley, vai nessa tua força o Senhor é contigo varão valoroso!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.