Pernambuco é o Estado com a maior concentração de evangélicos do Nordeste, tanto em números absolutos quanto em termos proporcionais. Em 10 anos, percentual de evangélicos em Pernambuco passou de 13,5% para 20,3%. São 1.788.973 contra 5.834.601 católicos.

Um em cada cinco pernambucanos se declara protestante, de acordo com o censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010.

Atualmente, são exatos 1.788.973 seguidores de uma igreja de denominação evangélica. O quantitativo supera em mais de 250 mil pessoas a população de todo o Recife. No Brasil, são 42,3 milhões de protestantes, o equivalente a 22% da população.

O censo revela ainda outro fenômeno em Pernambuco e no País. Enquanto os evangélicos formam uma curva crescente no gráfico, os católicos estão em queda, apesar de ainda formarem o maior rebanho. O Brasil é considerado o maior país do mundo em número de católicos nominais. Ao levantamento do IBGE, 5.834.601 pernambucanos afirmaram seguir o catolicismo, o que representa 66% da população local.

Em terceiro lugar, os espíritas somam 123.798. Praticantes da umbanda e candomblé são menos numerosos. Apenas 10.830. Os que disseram ao IBGE que seguiam outra opção de religião chegam a 146.691.

Num comparativo com o censo de 2000, o crescimento do número de evangélicos e a redução do de católicos no Estado ficam mais evidentes. Há 12 anos, os 1.072.503 protestantes formavam 13,5% da população. Hoje, são 20,3%. Três décadas atrás, este contingente não chegava a 7% de Pernambuco. Já os católicos eram 74%, mas caíram oito pontos percentuais.

A força evangélica em Pernambuco ultrapassa a questão numérica e abarca também a política. Nas eleições proporcionais (Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados), pastores ou candidatos apoiados abertamente por igrejas sempre figuram entre os mais votados. Não raro, no primeiro lugar.
No Nordeste, o Ceará é o segundo Estado com mais evangélicos. São 1.236.435 seguidores, o que representa 14,6% da população local. O Maranhão vem logo depois, com 1.130.399 protestantes. Mas, proporcionalmente, o quantitativo representa 17% dos maranhenses, mais do que no Ceará.
Fonte: Jornal do Commercio

Foto: Reinaldo Bui (Paraíba)

  1. São dados que nos motiva bastante, além do mais pela importância que os dois estados representão ao nordeste, tanto por estarem exportando mentes, ministros e profissionais para o reino de Deus, como por estarem formando mentes, ministros e profissionais nativos de outros estados também para o reino de Deus. Louvo a Deus por isso. Triste é pensar na situação do estado do Piauí quanto ao número ( percentuais e/ou absolutos ) de evangélico, que representa um dos menores ou o menor. Quero usar esse espaço para pedir oração por nós piauienses, nativos ou adotados, para que Deus permita o desenvolvimento (crescimento e multiplicação) da igreja aqui já plantada; e para que não desfaleçamos diante de nossas luta para o mesmo.

    Talvany, adotivamente piauiense.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.