Na Edição 27 da Revista Mãos Dadas: “Para toda Criança, uma família” publicamos os dados sobre adoção constantes no Cadastro Nacional de Adoção em setembro de 2011. Veja o que mudou nestes 8 anos.

O gargalo continua: as crianças aptas a serem adotadas  nem sempre atendem ao perfil desejado pelos pretendentes, mas temos boas notícias: Em 2011 era alto o número de pessoas que não aceitariam adotar crianças pardas e negras. Em 2019 esta rejeição caiu mais da metade.

Diminui a rejeição em adotar irmãos

A melhor notícia, no entanto, é que houve um aumento no número de pretendentes dispostos a adotar crianças com idade acima de 5 anos. Este aumento está na ordem de 1.504%

Para ver outros artigos sobre adoção click no botão abaixo:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>