Um Deus que gosta de festas

Um Deus que gosta de festas

SÉRIE REVISTA ULTIMATO

Artigo: O séquito do perdão, por Elben César

Texto básico: Lucas 15. 1-3; 11-32

Textos de apoio
– Êxodo 34. 4-9
– Salmo 51
– Jeremias 31. 31-34
– Marcos 2. 1-12
– Romanos 4. 1-8
– 1 João 1.8 – 2.2

Introdução

Os primeiros versículos do capítulo 15, no evangelho de Lucas, nos fornecem o pano de fundo para as parábolas contadas por Jesus no mesmo capítulo. Um bom número de líderes religiosos estavam indignados porque Jesus cultivava…

Para ler o estudo bíblico na íntegra, acesse a edição 360 da revista Ultimato.

Print Friendly, PDF & Email

2 Comentários para “Um Deus que gosta de festas”

  1. Daniel Santana de Oliveira 16 de maio de 2016 at 14:17 #

    Esse estudo vem clarear ainda mais a nossa compreensão sobre o amor de Deus! Deus está sempre de braços abertos esperando nossa volta! Já pensou se Deus fosse como os fariseus argumentavam, pensavam? Realmente “Graça” é um favor que nunca seríamos capazes de merecê-lo. Deus nos amou primeiro! Homens são egoístas, maldosos desde a meninice, e se não fosse o amor de Deus, ficaríamos assim por toda a vida!

  2. robson santos sarmento 28 de dezembro de 2016 at 14:33 #

    A parábola do filho pródigo aponta para a intenção de Jesus de mostrar o quanto os padrões, os preceitos e as posições das alas religiosas, ideológicas, normativista e sociais não se atentavam para a oportunidade do recomeçar, da igualdade entre os seres humanos, a misericórdia, como via de acessão para procedermos com menso pesos, diante da vida, e também nos permitir sermos inundados por essa luz que nos leve ao amor ou a humanidade, em Cristo Jesus.

Deixe um comentário