Arquivo | julho, 2016

Oração e maturidade espiritual: meu colo, minha vida!

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 361

Perceber a oração como como oportunidade de relacionamento, de amizade com Deus, é um desafio para todos nós.

E, muitas vezes, a oração deixa de ser o exercício de conhecer e ser conhecido por Deus, e se torna o esforço para alcançar alguma benção ou benefício.

O que a oração tem a ver com a maturidade espiritual?

Continue lendo

Jesus: uma mão para quem não tem

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 361

Nem sempre conseguimos discernir as manifestações da graça de Deus ao nosso redor. E, quase sempre, tentamos “domesticar” e delimitar a sua amplitude na vida das pessoas. Parece mais fácil ser Deus do que amar a Deus; mais fácil controlar as pessoas do que amar as pessoas. Como podemos enfrentar os extremos do legalismo (regras mais importantes que pessoas) e do relativismo (ausência de certo e errado)?

Continue lendo

Quando o último lugar vale o ouro

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 361

Não temos condições de prever, e muito menos controlar, a ação redentora e transformadora de Deus nesse mundo que Ele mesmo criou.
A graça de Deus não é monopólio religioso evangélico. Afinal, Deus trabalha com variadas estratégias e por meio de muitos agentes? Como podemos entender nosso chamado e nosso papel, sem perdermos de vista que a missão é dEle e não nossa?

Continue lendo

A lei da graça

ESTUDO BÍBLICO, Série Revista Ultimato – edição 361

Não existe uma “equação” que possa explicar a complexa relação entre a lei e a graça. Existe um caminho possível onde a lei e a graça estejam reconciliadas?

Temos uma tendência de ser mais legalistas do que graciosos. Poderia a lei nos conduzir em direção à graça salvadora de Cristo, e esta por sua vez nos conduzir à lei santificadora de Cristo?

Continue lendo

Inconformismo — vivendo em (in)conformidade com o mundo

ESTUDO 1 – Série Livros – “O Discípulo Radical”, John Stott

Estar no mundo sem ser do “mundo”; viver e servir na sociedade sem assumirmos os mesmos valores. Esse é o desafio proposto por John Stott no primeiro capítulo de “O Discípulo Radical”. E não são desafios novos. Então, como a igreja deve lidar com o pluralismo, o relativismo ético, o materialismo e outros “ismos” nos dias de hoje?

Este é o primeiro de oito estudos bíblicos que inaugura a “Série Livros – O Discípulo Radical”, desenvolvida a partir do livro de John Stott, o último escrito pelo conhecido pastor e teólogo inglês.

Continue lendo