Arquivo | julho, 2013

A prática da espera

Um dos maiores transtornos do homem é não saber nem querer esperar. Assim como o feto gasta nove meses para se transformar em uma criança apta para sair do ventre materno e sobreviver fora dele, muitas de nossas carências não são nem podem ser satisfeitas imediatamente, ao toque de uma varinha de condão, como muitos querem.
A prática da espera é difícil por causa da impaciência, do imediatismo e da curiosidade. Um erro é não esperar nada, outro é não saber esperar.

Continue lendo

Os pobres de Israel

As Escrituras Sagradas não nos deixam à vontade no que diz respeito à justiça social. Ao contrário, elas criam incômodos problemas de consciência, elas nos azucrinam, elas nos envergonham, elas nos condenam. De todos os nossos pecados e crimes, a falta de consciência social é o mais coletivo, o menos reconhecido e o causador das maiores tragédias, que vão desde a fome até as guerras. Quem leva a Bíblia a sério obriga-se a levar também a sério a justiça social.

Continue lendo

A família e o conflito de gerações

É possível uma convivência pacífica entre diferentes gerações? Como resolver os inevitáveis e numerosos conflitos?
A família que deseja que todos sejam réplicas uns dos outros e não assimila as diferenças acaba obstruindo o crescimento de todos. A família sadia permite a sua diferenciação; permite que cada um viva a sua individualidade sem ser individualista, sem abrir mão dos valores bíblicos e sem esquecer de ensinar a fazer diferença entre o essencial e o secundário.

Continue lendo

Prática da confiança

Fé nem sempre significa confiança. A fé está mais perto da teoria e a confiança está mais perto da conduta.

A prática da confiança é a arte de colocar em Deus toda a capacidade de crer, em qualquer tempo e em qualquer situação. No entanto, a plena confiança não surge de uma hora para outra. A fé seria a porta de entrada e a confiança seria o caminho a percorrer.

A sua confiança em Deus tem crescido gradativamente ou está estagnada?

Continue lendo

O evangelho e a batalha espiritual

O estudo bíblico de hoje aponta para os aspectos que caracterizam o conflito espiritual entre o verdadeiro Deus e aqueles deuses que não são, entre o evangelho e a proposta de vida deste mundo. Aprenderemos sobre o que nós, como servos de Deus, devemos ser, saber e fazer diante desse conflito. O evangelho encontra-se em inevitável oposição com os poderes e os valores desse mundo. Aqueles que foram chamados para viver pelo evangelho devem estar conscientes da perseguição e da necessidade de confrontar esse mundo e a presença de seus valores em nossos corações.

Continue lendo