Covid-19 – Arte para não esquecer
Por Silvana Pinheiro

Minha rua está em busca de novas faces
Olhos andam soltos em vigilância
Expressões semicobertas a propósito
De um vírus entre humanos.

Sob tiras de panos
Bocas quase caladas
Desconfiadas
Narinas de poucos ares.

Que novas caras virão das
Máscaras da minha rua?
Que outras máscaras
Nos trarão novos olhares?

Minha rua não mostra suas faces
Exibe panos multicores somente
Desejo de algum ar de singularidade
Que encobre rostos e dores.

• Silvana Pinheiro é educadora e escritora. Autora do único livro infantil que a Editora Ultimato já publicou (De Bichos Pequenos e Grandes), e que está esgotado há alguns anos. Escreveu também o livro de poemas Femear, com foco no retrato feminino.


Leia mais
» Um certo João
» Covid-19 – Arte para não esquecer

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *