BlogUlt_15_07_16_Escada

Christopher Bruno/Freeimages.com

O salmista afirma que a palavra de Deus é “lâmpada que ilumina os [nossos] pés e luz que clareia o [nosso] caminho” (Sl 119.105), lembrando para si mesmo (e para nós) que, como Abraão, não receberemos mais luz, nem mais conhecimento, nem mais certeza do que o necessário para nosso próximo passo de fé.

O que é fé senão uma série de passos indecisos para frente? O que é fé senão perceber nosso caminho em meio à notória escuridão, confusos em relação à direção que estamos tomando, incertos quanto ao propósito por trás do imperativo de Deus? O que é fé senão a vontade de acreditar e agir com base na menor e mais fraca percepção da voz de Deus e no empurrão de Deus que vem de trás? O que é fé senão o enorme risco de abandonar as garantias da certeza?

Esses são os tipos de perguntas que nos desafiam a examinar nossos desejos e expor a verdadeira natureza deles. Temos confiado em Deus – ou temos exigido controle?

Jen Pollock Michel, em  O Que Você Quer?

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *