Pr. Elben (à esquerda) em sua meditação semanal para a equipe da Ultimato.

Pr. Elben (à esquerda) em sua meditação semanal para a equipe da Ultimato.

É praticamente impossível ficar calado quando somos injustiçados ou ofendidos. É difícil manter a boca fechada. Mas foi o que Jesus fez, como nos lembrou o Pr. Elben César em sua meditação semanal para a equipe da Ultimato, nesta terça-feira (01/03). Elben mostrou que o profeta Isaías já havia antecipado a reação de Cristo no Antigo Testamento:

Ele foi maltratado, mas aguentou tudo humildemente e não disse uma só palavra. Ficou calado como um cordeiro que vai ser morto, como uma ovelha quando cortam a sua lã.
Isaías 53.7 (NTLH)

[Em outras versões: “se relaxou”, “deixou-se humilhar”, “resignou-se”, “suportou”, “aceitou tudo em silêncio”]

 

O que foi confirmado quando chegou a hora: Mas Jesus ficou calado. (Mt 26.63 – NTLH)

Porém Jesus não disse nada, e o Governador ficou admirado com isso. (Mt 27.14 – NTLH)

Então fez muitas perguntas a Jesus, mas ele não respondeu nada. (Lc 23.9 – NTLH)

Entrou outra vez no palácio e perguntou a Jesus:
— De onde você é?
Mas Jesus não respondeu nada.
(Jo 19.9)

Foi humilhado, e foram injustos com ele. (At 8.33)

 

A postura de Jesus revela seu caráter humilde e convicto. Que Deus nos ajude a frear a língua para que possamos expressar o caráter de Cristo em meio às adversidades.

Ao final, oramos para que Deus abençoe o envio e a leitura da revista Ultimato 359.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>