Ultimato acaba de lançar A Oração Nossa de Cada Dia. Conheça parte do processo de produção da capa e algumas poucas e boas ideias da Ana Cláudia Nunes, a capista. Com a palavra a Ana Cláudia.

Para fazer a capa de A Oração Nossa de Cada Dia, o primeiro passo foi…

1) Ler um pouco do livro, para me familiarizar com o tipo de mensagem que o autor, Carlos Queiroz, queria passar.
Logo nas primeiras páginas, eu li: “A oração é tão dinâmica quanto a vida, é tão livre quanto o Espírito Santo que a fecunda”, o que me fez perceber…

2) A oração de outro modo. Ás vezes um livro sobre oração poderia fazer alguém imaginar imediatamente uma capa com mãos postas, alguém de joelhos, uma posição de contrição, talvez. Mas essa frase do autor me fez pensar na oração não como um mecanismo cheio de regras e tradições, mas um jeito de viver que me conecta com Deus.

3) Comecei a pesquisar então algumas referências que me remetessem a um ambiente de intimidade, liberdade, sinceridade e alegria, como a nossa oração deve ser, como ressaltou o autor: “tão dinâmica quanto a vida”.
4) Logo pensei também na manhã, por apresentar um momento especial, dinâmico, quando tudo está acordando, recebendo vida. E também porque as cores da manhã são quentes e aconchegantes, e o objetivo da capa é que ela aproximasse o leitor, convidando-o a descobrir mais sobre oração através do livro.

5) Dos vários testes feitos, apresentei três propostas para o Diretor Editorial.
testes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

6) Que escolheu prosseguirmos com a imagem da capa atual, com algumas pequenas modificações…
capa_oracao_web

Para saber mais, acesse o hotsite.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *