A edição de setembro da revista Ultimato entrou em gráfica no último fim de semana. Na capa, “O ser humano é admirável, Deus é incomparável”. O blog leu e antecipa parte do texto que abre a matéria: “Se a vaidade não fosse um risco perigosíssimo, o ser humano poderia se gabar de ser ‘apenas um pouco menor do que Deus’ (Sl 8.5). O que complica tudo é que ‘o coração humano é terrivelmente sombrio e enganoso, um enigma que ninguém consegue decifrar’ (Jr 17.9). Destaque também para a análise do Censo 2010 e o futuro da igreja evangélica no Brasil, no artigo do sociólogo Paul Freston: “Os dados do Censo desmentem claramente as previsões absurdas que circularam no meio evangélico de que haveria uma maioria evangélica até 2020”. No prelo.

Para saber mais sobre a edição de setembro da revista Ultimato, acesse o Sumário.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *