Depois de bastante expectativa, planos e muito trabalho (ufa!) o Ultimato 40 anos – Encontro de Amigos começou. Quem chegou pela manhã fez sua inscrição, recebeu o kit do participante e escolheu a experiência compatilhada de que vai participar. Foi um momento de reencontro, de conhecer novas pessoas e de tomar um gostoso café.

A expectativa de quem está chegando é grande. Muitos estão ansiosos para conhecer a Editora Ultimato, o CEM (Centro Evangélico de Missões) e a cidade também.

Às 14 horas uma boa música começou a ser tocada no templo da Igreja Presbiteriana de Viçosa (que gentilmente cedeu suas instalações para o encontro). A abertura do evento ficou à cargo de Gínia Bontempo, que deu as boas-vindas aos participantes em nome da equipe.  Gínia também deu instruções gerais para um bom aproveitamento do encontro. Logo depois Marcos Bontempo, editor de Ultimato, apresentou Carlinhos Veiga, que tocou mais uma música.

Após o período de adoração Elben M. Lenz César fez uma breve reflexão sobre a relação de Ultimato com os participantes: "Até então nos relacionávamos e não nos conhecíamos. Hoje temos uma preciosa oportunidade". Elben também apresentou os colunistas de Ultimato presentes no encontro.

A seguir um post sobre a primeira mesa-redonda.

  1. Caros amigos,
    É uma pena, mas gostaria muito de estar com vocês nessa celebração. A Ultimato tem demonstrado, nos últimos 40 anos que é possível ser cristão, coerente e relevante para a igreja e sociedade. A sua logevidade diz tudo… Vida longa à Ultimato!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *