A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) instalou e abriu no dia 04 de junho o primeiro “scriptorium” no Museu da Bíblia, em Barueri, e inaugurou o IV Fórum de Ciências Bíblicas, sob o tema “A Bíblia e o Universo do Conhecimento”, no mês em que o organismo completa 60 anos de existência. 

O projeto da Bíblia Manuscrita prevê a instalação de “scriptorium” em várias cidades do país. “Scriptorium” eram os recintos onde os copistas transcreviam o texto bíblico.  
A expectativa é transcrever uma Bíblia por Estado brasileiro e ter dois exemplares copiados pela população de todas as regiões do país, totalizando 29 exemplares completos, no período de junho a setembro. 

O projeto da Bíblia Manuscrita pretende mobilizar 900 mil pessoas em todo o país. Voluntários auxiliarão “os copistas” a transcrever o conteúdo da Bíblia na seqüência correta. Cada participante poderá copiar até dois versículos, permitindo, assim, a contribuição de um grande número de copistas. 

A iniciativa também tem um cunho social, uma vez que o projeto vai recolher doações – R$ 1,00 (0,70 dólar) por versículo copiado – para o programa “Inclusão do Deficiente Visual”, mantido pela SBB e que atende 2,5 mil pessoas. 

A SBB declarou 2008 como o Ano da Bíblia, em comemoração aos 60 anos da entidade. As manifestações pelo Ano da Bíblia incluem maratonas de leitura bíblica, realizações de sessões solenes em órgãos públicos em homenagem à Bíblia.

Fonte: www.alcnoticias.org

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *