Arquivo de junho 2014

No caminho para Emaús

Semana 77: Lucas 24.13-53

Naquele mesmo dia, dois dos seguidores de Jesus estavam indo para um povoado chamado Emaús… — Lucas 24.13

A quem esta passagem se refere? Quem eram os dois discípulos? E por que “dois”? Eram dos 72 discípulos enviados por Jesus em Lucas 10. E eram dois porque em Lucas 10, Jesus os enviou de dois em dois. Estavam cumprindo a ordem de envio por Jesus.

E qual era a reação destes dois discípulos diante do encontro com o estranho (Jesus) que achavam não saber nada a respeito dos últimos eventos tão importantes na vida da cidade de Jerusalém? Eles estavam atônitos, ignorantes até mesmo da presença de Jesus entre eles. E Jesus, por sua vez, foi paciente, ouvinte, e os acompanhava com interesse genuíno e intimidade. Mais >

O discipulado autêntico

Semana 76: Lucas 23.13-26

Aí toda a multidão começou a gritar:— Mate esse homem! Solte Barrabás para nós! Barrabás tinha sido preso por causa de uma revolta na cidade e por assassinato. Então Pilatos, querendo soltar Jesus, falou outra vez com a multidão. Mas eles gritavam mais ainda:— Crucifica! Crucifica! — Lucas 23.18-21

Estamos diante dos últimos dois cenários que Lucas relata antes da crucificação de Jesus. O clima não poderia ser mais pesado. O Evangelho inteiro caminha para este momento: Mais >

A traição de Pedro (e nossa?)

Semana 75: Lucas 22

Jesus continuou: Simão, Simão, escute bem! Satanás já conseguiu licença para pôr vocês à prova. Ele vai peneirar vocês como o lavrador peneira o trigo a fim de separá-lo da palha. Mas eu tenho orado por você, Simão, para que não lhe falte fé. E, quando você voltar para mim, anime os seus irmãos. Então Pedro disse a Jesus: Estou pronto para ser preso e morrer com o senhor! Então Jesus afirmou: Eu digo a você, Pedro, que hoje, antes que o galo cante, você dirá três vezes que não me conhece. (Lucas 22.31-34 NTLH)

Quando o leitor encontra um capítulo de 71 versículos dividido em 12 episódios (dependendo da edição da Bíblia que segue) só pode concluir que este capítulo precisa ser lido de vez. Ou seja, os episódios são conectados, pelo menos na cabeça dos editores antigos que acrescentaram a enumeração de capítulos à Bíblia até o século XIII e de versículos até meados do século XVI. Isto foi o caso do capítulo 21 e novamente é o caso do capítulo 22. Lendo os 12 episódios juntos, fica mais claro o significado de cada um. Nesta reflexão queremos focar a traição de Pedro, mas dentro do contexto dos outros episódios. Mais >