Introdução

Vivemos em um mundo de sofrimento e fragilidade sem precedentes. Estas condições humanas incluem diferentes tipos e níveis de sofrimento social e psicológico que muitas vezes são minimizados, negligenciados ou não são tratados porque vão além do que as pessoas podem lidar em determinado momento, ou abordados a partir de perspectivas fora de contexto. Acreditamos que essas omissões são tanto injustas quanto caras para indivíduos e comunidades. Praticamente todos os principais problemas de saúde pública no mundo têm um componente psicossocial. Não há saúde sem saúde física, comunitária, psicológica.

Ao mesmo tempo, muitas vezes em determinadas regiões há uma escassez de recursos e treinamento para efetuar mudanças em comparação com o Ocidente. Por exemplo, em termos de uma medida específica, profissionais trabalhadores de saúde mental per capita, as estatísticas da Organização Mundial de Saúde indicam que tais recursos são 250 vezes mais abundantes em certas regiões do mundo do que outras. É imperativo que nós respondamos a essas necessidades de maneira consistente com nossos compromissos cristãos e com abordagens culturalmente sensíveis, holísticas, sistêmica e colaborativas.

Nossa esperança é que esta declaração vá nos apontar para a criação de um novo paradigma, para a aprendizagem mútua, capacitando a formação de profissionais de saúde mental, leigos e pastores de todo o mundo ao longo das quatro dimensões seguintes:

Cristã

  • Acreditamos que a verdadeira cura inclui a reconciliação com Deus, com si mesmo, com o próximo, os inimigos, e a criação através de
  • Saúde, cura, restauração, paz, liberdade, harmonia e alegria são dons de Deus, refletidos na vida, morte e ressurreição de Cristo e orientados e capacitados pelo Espírito
  • Estamos comprometidos como parte da igreja cristã global a seguir Jesus e servir todas as pessoas em todo o mundo, afim de que eles possam florescer em todos os sentidos, incluindo psicologicamente e
  • Acreditamos que, como cristãos, somos chamados a orar, bem como a trabalhar para cumprir os propósitos de
  • Nós acreditamos que é uma questão de justiça bíblica de que os recursos e iniciativas que satisfaçam as necessidades humanas básicas e promovam o bem estar psicológico devem ser incentivados, nutridos e distribuídos de forma mais equitativa em todo o
  • Uma perspectiva autenticamente cristã sobre a psicologia vai nos levar à compaixão e busca de justiça e reconciliação em nossa militância, prática, formação e investigação.
  • Em nossa perspectiva, nenhuma área da ciência, sociedade ou cultura é perfeita ou neutra. É essencial reconhecer, criticar e responder à ética implícita, formas de poder, e / ou opressão embutidos nelas.

Holística e sistêmica

  • A criação de Deus reflete uma concepção de sistemas interdependentes e por isso estamos comprometidos com uma compreensão global da pessoa integral / sistema no contexto do sofrimento e da saúde.
  • Nós reconhecemos a existência do mal no mundo que pode ser amplamente manifestado em pecado pessoal, males naturais, os maus espíritos e poderes, e do mal na sociedade. As consequências destes estão presentes por gerações. Além disso, acreditamos que a fragilidade humana / patologia é complexa e enraizada no mal sistêmico estrutural, o conflito espiritual e escolhas pessoais, bem como influências biológicas, psicológicas e sociais. Reconhecemos a necessidade de mais estudos nesta área informados por estudiosos e profissionais das disciplinas de teologia, pastoral, a medicina, a psicologia e demais ciências sociais, e de muitas perspectivas
  • Patologia, espiritualidade, tratamento e cura devem ser entendidos em perspectivas individuais e
  • Embora a ênfase ocidental sobre o indivíduo tem o seu lugar em certos ambientes, acreditamos que, por vezes, pode minar os compromissos comuns e, portanto, nós encorajamos abordagens holísticas e sistémicas.
  • Prevenção do sofrimento bio-psico-social-espiritual e a promoção do bem estar, cuidado integral, na pessoa e na comunidade é para nós uma prioridade crítica e
  • Além disso, damos prioridade aos mais vulneráveis da sociedade, incluindo os pobres e carentes e aqueles que os servem com sacrifício.

Indígenas

  • Acreditamos que a capacidade de criar as diversas culturas do mundo é um dom de Deus à humanidade na criação. A tarefa fundamental para cristãos indígenas que oferecem cura é discernir e se envolver com a forma como Deus já está no trabalho em cada
  • Acreditamos que é importante honrar como uma parte importante do processo de cura, os rituais indígenas, práticas e histórias de uma cultura que são consistentes com teologias cristãs bíblicos indígenas

Assim, a comunidade global deve:

  1. desenvolver uma perspectiva de se relacionar e aprender com as comunidades locais;
  2. ser incentivada a desenvolver perspectivas teológicas, teorias, modelos e recursos; culturalmente apropriados e biblicamente congruentes,
  3. ser habilitada a desenvolver centros de formação; e
  4. ser convidada a participar na partilha mundial de seus conhecimentos e experiências.
  • Notamos que a psicologia ocidental tem sido amplamente adotada como modelo de compreensão humana em muitas instituições de ensino psicológico/aconselhamento em todo o mundo. No entanto, uma vez que estamos convencidos de que Deus está presente com seu poder de cura em todas as sociedades, devemos incentivar um processo que valoriza e inclui entendimentos indígenas locais da pessoa e da comunidade também.
  • Por isso, procuramos desenvolver modelos integrais (holísticos) da psicologia e da psicoterapia que utilizam modelos indígenas e cristãos do funcionamento humano, integridade e resiliência selecionados e integrados de maneira sensível com os insights da psicologia de todo o mundo.

Colaborativo

  • Estamos comprometidos com a capacitação mútua em todo o mundo e aprendizagem colaborativa entre todos os envolvidos em ajudar as pessoas, incluindo profissionais de saúde mental, educadores, agentes comunitários, leigos e
  • Acreditamos que a jornada em direção à saúde é uma relação de colaboração em que tanto os conselheiros quanto os que são aconselhados, vivem processo de crescimento
  • Nós respeitamos que os pesquisadores locais, líderes e as comunidades devem, finalmente, determinar a finalidade para a pesquisa, o seu método de recolha de dados e será usado o modo como os resultados da investigação psicológica.
  • Reconhecemos e buscamos responder a estas questões em parceria, observando a necessidade urgente de formação apropriada para indivíduos que necessitam ser qualificados e que não conseguem obter acesso a esses programas de formação.

 

Nota: Texto publicado por Bradford M. Smith. Tradução livre de Karen Bomilcar. Versão original em inglês.

  1. Excelente sintese de indispensável e frutifera relação entre abordagens científicas da saude, contribuições culturais, correntes de psicologia e sabedoria biblica. Ageu Heringer Lisboa, co-fundador di CPPC e Eirene.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>