Arquivo | Igreja RSS for this section

Quando o último lugar vale o ouro

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 361

Não temos condições de prever, e muito menos controlar, a ação redentora e transformadora de Deus nesse mundo que Ele mesmo criou.
A graça de Deus não é monopólio religioso evangélico. Afinal, Deus trabalha com variadas estratégias e por meio de muitos agentes? Como podemos entender nosso chamado e nosso papel, sem perdermos de vista que a missão é dEle e não nossa?

Continue lendo

A igreja servindo ao seu próximo

Como o serviço ao próximo está relacionado à nossa vocação cristã? Cuidar dos cidadãos não é responsabilidade das autoridades competentes? A igreja não deveria se dedicar, no máximo, ao auxílio dos irmãos na fé somente? Perguntas como estas podem se multiplicar. Contudo, a pergunta central é: o que a Palavra de Deus diz sobre o serviço que a igreja deve prestar ao próximo?

Continue lendo

A conversão dramática de Paulo

Não existe conversão genuína em que não haja mudanças de comportamento e de relacionamento para com Deus, com a igreja e com o mundo. O que podemos aprender com a conversão do apóstolo Paulo e como a igreja pode receber os que estão chegando?

Continue lendo

O desafio da vida urbana

É preciso coragem para se analisar objetiva e criticamente a atuação eclesiástica, especialmente nos centros urbanos. Como desenvolver um ministério de missões urbanas efetivo e fiel a Deus neste mundo tão complexo, em constante mudança e em crescente apostasia religiosa? Qual tem sido a atuação da sua igreja frente aos desafios e as oportunidades que a vida na cidade nos apresenta?

Continue lendo

A fé e o bem-estar das crianças – uma relação de causa e efeito

No meio da multidão Jesus enxerga uma criança oprimida, queimada, atormentada. Os olhos de Jesus não priori­zam as massas e sim o pequenino, subjugado pelo mal. E ao invés de ver a multidão como benção, ele a denuncia como incrédula e corrupta. Será que Jesus se identifica com o menino que como criança carrega as marcas e o sofrimento decorrentes de uma sociedade corrupta? A mesma socie­dade que logo mais crucificará um homem inocente ao mesmo tempo em que libertará um criminoso?

Continue lendo