Nosso blog editorial quer aproximar o leitor das alegrias e dos trancos e barrancos que fazem o dia-a-dia da Editora Ultimato. Numa época em que palavras, imagens e holofotes viram bytes num piscar de olhos, o velho e bom John Stott dá-nos um critério nada comercial, especialmente quando o assunto é blog: “Se você quer mostrar, esconda; se você quer esconder, mostre”.

O nosso desafio é misturar a sugestão do teólogo inglês com a velha declaração de João Batista: “Convém que ele cresça e eu diminua” (Jo 3.30). Nada fácil.

  1. A revista ULTIMATO, serve para novos convertidos. Eu como visionário, recomendaria que se construisse uma página destinadas a questões para os novos convertidos ediscipulados imediatos. Por exemplo, a minha dúvida: UM NOVO CONVERTIDO PODE FALAR EM LÍNGUAS ESTRANHAS?Recebam o ABRAÇO DE JESUS

  2. Agradeço aos leitores Valdecir Cesário dos santos, Pe Ernesto Ascione e Alex Esteves da Rocha Souza, por lerem e discordarem da opinião publicada na revista Nº 312 de maio – junho de 2008 sobre Evangélicos e Católicos. Aproveito o encejo para aconselhar os mesmos que não só discordem, mas que aceitem a Cristo como seu único e sufientye Salvador e adore somente a ele, pois apesar de serem religiosos continuam sendo idolatras e adoradores de imagens de escultura. Que deus tenha misericordia de voces.

  3. Ultimato para eu é uma revista abençoada por Deus, e que me edifica com seus artigos. Gosto muito dos artigos escrito pelo pastor Ricardo Gondim, Rubens Amorese enfim todos os escritores. Que Deus continue a abençoa-los e eu continuarei desfrutando das bençãos.

  4. Olá, queridas e queridos irmãos!
    É um prazer fazer parte da família Ultimato, mesmo nos mais longínquos rincões de nossa nação.
    Ultimato tem sido um apoio ministerial e pessoal. Quisera se nossas comunidades pudessem usar nossa literatura como meio de reflexão: teríamos uma vivênci amuitomais ética e missionária…
    Deus continue derramando Sua Grça sobre vocês!!!

  5. Alex Esteves da Rocha Sousa

    O Sr. Odair Orlandi é tão tosco que, só por causa do meu comentário divergente do seu, já me caracterizou como idólatra e adorador de imagens de escultura. Faça-me o favor! Se fosse um pouco mais nobre, imaginaria que minha discordância não significa que sou católico: sou cristão evangélico, batizado há mais de 16 anos, firme em Cristo. Deixe de ser preconceituoso, homem!

  6. SIMPLESMENTE CRISTÃO é, simplesmente cristocêntrico, e bem por esta razão abençoador para todos quantos o lerem desprovidos do preconceito característico dos exegetas simuladores do cristianismo sem Cristo. Lembro Paulo ao afirmar que: “Se Cristo não ressuscitou, vã é a nossa fé…”

  7. O senhor Alex E da Rocha Souza, diz que é cristão evangélico, mas não parece pois ficou irritado quando critiquei a igreja Católica pela idolatria por ela praticada. Fique atento meu irmão Jesus disse que, quem não é contra ele è por Ele, logo então quem não é contra os erros da igreja Católica, é a favor dele tome cuidado. E não concordar com a idolatria não é ser preconceituoso e muito menos tosco como afirmou

  8. Na minha humilde opinião ficou faltando “a outra metade de artigos”, aquela com ênfase nos protestantes. Tive a impressão que só a igreja católica precisa ouvir as verdades que as pessoas de coragem tem a dizer. A igreja protestante também precisa de mudanças, algumas cheiram mofo, pois têm pavor das mudanças, pensam da mesma forma que pensavam os reformadores, mas o mundo mudou. Outras até mudaram, só que da pior forma, regressaram a uma época anterior a reforma, tornando-se aberrações, visando apenas o lucro, e outras coisas bizarras que as religiões conseguem fazer.

  9. Não acxredito em católicos convencidos, ou convertidos que frequentãm as mesmas reuniões além do mais todos os dogmas combatdos por Calvino e lutero continuamlá na ic firmes e fortes incluseve aquele que diz, “fora da santa Igreja de Roma não há salvação” eu sei que fora de Cristo não ha salvação e acredito que dentro da Igreja de Roma não Salvos.

  10. Passei para agradescer a Deus em primeiro lugar, por tantos beneficios recebidos e agradescer a ultimato pelo bom serviço a Deus prestado através da imprensa e artigos abençoados que tanto me ajudaram no passado e agora no presente srá muito melhor ainda. Fui assinante da revista por mais de 6 anos. agora ja quase 10 anos depois volto a encontrar a ultimato em todo favor. HOJE PASTOREIO A IGREJA VIDA Y PAZ EM ASSUNÇAO-PY.

  11. Olá. Acompanho a revista Ultimato desde meu tempo de seminarista, em meados de 1994, acredito. Ela tem sido um alento nesses anos todos em meio a tanta confusão teológica que se alastra em nosso país. Também tem sido uma voz em meio ao deserto, onde tantos pastores decanos, com longa experiência pastoral estão enveredando-se por esses caminhos estranhos ao verdadeiro evangelho, em busca de um crescimento “a carbureto” para suas igrejas.
    Gostaria de ouvir a opinião da revista em relação a esses movimentos de crescimento da igreja, em especial ao G12 e M12, pois percebo que eles têm causado reações diversas no meio da igreja, e nem sempre reações positivas. Se vcs tiverem algum artigo esclarecedor a respeito, mandem pra mim por favor. No amor do Pai.

  12. A revista Ultimato é uma riqueza para todos os seus leitores, ela nos mantem atualizados e nos motiva a crescermos na graça e no conhecimento do Senhor Jesus de Nazaré. Parabéns aos editores pelo conteúdo das suas ricas páginas. Vejo uma teologia pura e simples impressa e que expressa a verdade do Evangelho de Jesus de Nazaré. Recomendo sua leitura aos que tem fome e sede de JUSTIÇA E DE DEUS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>